Comunidade volta a fechar BR-262 em protesto por construção de passarela

As reivindicações pela construção de uma passarela e a criação de um retorno, na altura do Km 366, da BR-262, em Juatuba, continuam. Na quarta- -feira, 14, véspera do feriado pelo Dia da Proclamação da República, os manifestantes voltaram a interditar totalmente a rodovia. O protesto, iniciado no início da noite, durou cerca de duas horas e culminou em grande congestionamento, devido ao movimento intenso gerado pelo recesso.

Após a mobilização, representantes da concessionária responsável pela manutenção da estrada declararam que está prevista a edificação de uma travessia para pedestres no Km 378,5. A empresa informou ainda a realização de estudos de viabilidade para protocolar junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT – a proposta de instalação de uma estrutura semelhante nas proximidades do Km 362, sem pronunciar-se a respeito do Km 366.

Em entrevista recente, o secretário de Planejamento e Coordenação de Juatuba, Júlio Cezar Gomes, afirmou que a Prefeitura busca, insistentemente, a solução do problema junto à concessionária e ANTT. O Executivo manifestou até mesmo interesse em executar as obras, mas, esbarra em entraves pelo fato de o trecho ser uma concessão federal. Sobre o retorno, especificamente, o gestor afirmou que a situação afeta não só os moradores daquela região, mas a cidade, já que muitas pessoas preferem fazer compras em Betim a dar volta para acessar a área central do município. Essa foi a quarta manifestação em aproximadamente um mês.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.