Secretaria de Segurança Pública de Juatuba cadastra instituições para composição de Rede Monitorada

Programa propõe união de esforços como alternativa para coibir a criminalidade

Foi iniciado em Juatuba o processo de cadastramento das entidades do terceiro setor, como associações comunitárias e instituições sem fins lucrativos, para a composição da Rede Monitorada. Com a iniciativa, a Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Social e Juventude visa ampliar os mecanismos de proteção da população, em situações de risco.

De acordo com o gestor da pasta, Alexandre Antônio Diniz Avelar, o sistema de dados engloba aplicativo de celular, câmeras do Sistema Olho Vivo e monitoramento 24 horas. A proposta é integrar informações para coibir a criminalidade e a violência.
Várias reuniões foram realizadas para a implementação do programa e a perspectiva é de que todas as regiões sejam atendidas até o fim do primeiro semestre de 2019. O secretário esclarece que o serviço não substitui os contatos pelos números 190 (Polícia Militar) ou 193 (Corpo de Bombeiros). “A ideia é agregar força no cerco aos bandidos e também intensificar as ações para os casos de caráter essencial e emergencial”, completa Avelar.

Os representantes das organizações interessadas em integrar a Rede Monitorada deverão comparecer à sede da Secretaria de Segurança Pública, Defesa Social e Juventude para as inscrições. O endereço é rua José Monteiro, 61, Centro. Os atendimentos serão feitos das 08h30 às 17 horas.

Defesa Civil

O período chuvoso requer atenção especial devido às possibilidades de alagamentos, deslizamentos de terra e quedas de árvores. Para esses casos emergenciais, relacionados a fenômenos da natureza, a Defesa Civil de Juatuba está disponível para atendimentos a partir das chamadas ao número 199.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.