Quinta, 19 Outubro 2017

A aprovação do projeto de lei que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha – FEFC – na Câmara Federal, contou com o apoio do deputado Diego Andrade (PSD). O parlamentar, de família influente na política de Juatuba, disse “sim” à medida, que visa abastecer as campanhas eleitorais com recursos públicos. 

A previsão é de que os partidos recebam, em 2018, cerca de R$ 1,7 bilhão para investimentos na disputa. O Fundo será custeado pela compensação fiscal dos recursos pagos às emissoras de rádio e de TV, por propaganda partidária em ano eleitoral, que será extinta. O texto define que a fonte de recursos virá de 30% do total das emendas parlamentares de bancada, que correspondem a 30% do Orçamento de 2018. Caso existirem economias feitas no poder Legislativo, elas poderão ser usadas para reduzir esse percentual. O projeto determina que o montante não utilizado nas campanhas eleitorais seja devolvido ao Tesouro Nacional, integralmente, no momento da apresentação da respectiva prestação de contas. Igual regra deverá valer para a parte reservada ao segundo turno (10%) quando não houver em determinada circunscrição.

 

O deputado Fabiano Tolentino (PPS) vem cobrando da AB Nascentes e do governo do Estado a entrega das obras prometidas para os usuários da rodovia MG-050. Desde que assumiu a cadeira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em 2011, o parlamentar fiscaliza várias ações da concessionária, realizando reuniões e audiências públicas para debater e levar ao conhecimento da população a situação do cronograma, cobrando a execução dos projetos.  

De acordo com o deputado, a falta de compromisso com a população é o que mais o preocupa, e em virtude disso Tolentino reuniu as comissões para discutir as ações na MG-050, intervenções em vários trechos e transtornos para os motoristas.

Após ser apresentado o novo cronograma à Casa, Tolentino reafirmou o compromisso em fiscalizar e cobrar o cumprimento do contrato. “Eu, como deputado e representante do povo, cobrarei ações da empresa para a realização das intervenções”, pontuou. 

Fiscalização 

Tolentino percorreu, em abril deste ano, os 372 quilômetros do trecho da rodovia MG-050 que está sob  concessão, de Juatuba, no cruzamento com a BR-262, e finaliza na cidade de São Sebastião do Paraíso, na divisa com São Paulo, com o propósito de fiscalizar cada detalhe da rodovia, cobrando agilidade no cumprimento das obras, atrasadas há mais de sete anos. 

“Pude perceber durante o percurso que vários trechos exigem intervenções urgentes por parte da concessionária, obras paralisadas, além de outras que ainda sequer saíram do papel”, relatou. 

 

A implantação da Ouvidoria Municipal tem causado polêmica em Juatuba há alguns dias. Há questionamentos pelo aumento das despesas geradas pela nova pasta, cuja titular terá os mesmos vencimentos do secretariado, mais de R$ 7 mil, enquanto, a princípio, a proposta era de salário mensal fosse de aproximadamente R$ 4 mil. No entanto, as informações são de que o cargo foi criado para alocar a sindicalista Calmelícia Antônia da Silva, que não aceitou deixar a condição que tinha anteriormente. 

Calmelícia assumiu a Comunicação e pouco tempo depois foi remanejada para a Secretaria de Assuntos Especiais. A última pasta ocupada por ela foi extinta há pouco para dar lugar à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, para a qual é cogitado o vereador Alexandre Avelar (PPS). Nos bastidores, os comentários são de que o sargento Avelar, como é mais conhecido, está indeciso sobre aceitar ou não o convite. Caso assuma, quem vai para a cadeira dele na Câmara é o pepeessista Messias Leão.  

 

O juatubense Lucas Gomes já é deputado federal pelo Parlamento Jovem Brasileiro, iniciativa da Câmara Federal voltada aos estudantes da rede pública de ensino. O aluno da Escola Estadual Joaquim Corrêa, de 17 anos, tomou posse em Brasília e se tornou o único representante da Região Metropolitana de Belo Horizonte – RMBH – no programa. Lucas é um militante das causas sociais e voltou a Juatuba impressionado com as experiências na capital federal. 

“Representar o meu estado e principalmente a minha cidade é algo incrível.  Nunca imaginei que um ambiente que é o símbolo de corrupção no país fosse me mostrar o quanto é importante lutar pelo desenvolvimento da nação, defendendo os meus ideais, com compromisso, ética e moral. Foram cinco dias de muito aprendizado. Trago para o município o conhecimento e a responsabilidade que é ter um cargo representativo do povo brasileiro”, resume.  

Lucas Gomes tem grande interesse pela política e, preocupado com o cenário atual, no Brasil, no estado e, sobretudo na cidade onde mora, procura sempre se inteirar a respeito dos temas que influenciam na vida em sociedade. O rapaz foi selecionado para o Parlamento Jovem por meio de um projeto de lei criado com o objetivo de instituir mecanismos para a distribuição de equipamentos geradores de energia solar para imóveis localizados na zona rural. A proposição é voltada às famílias de baixa renda, beneficiárias de programas de transferência de renda mantidos pela União e pequenos agricultores. 

 

O programa Cozinha Brasil, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Fiemg – formou a primeira turma em Mateus Leme. A iniciativa foi viabilizada pela parceria da entidade com a Prefeitura. O curso garantiu conhecimentos sobre o preparo de alimentos saborosos e nutritivos a baixo custo e sem desperdícios. O respeito às diferenças regionais e de estações é o princípio da capacitação, composta por palestras e oficinas de planejamento de cardápio.  

Para o prefeito Júlio Fares, a iniciativa vem de encontro com o interesse da administração pública, que é promover a saúde no município. “Nossa intenção é fazer com que as pessoas tenham acesso a uma alimentação de qualidade. E nada melhor do que promovermos isso por meio de receitas sustentáveis e de alta qualidade nutricional, sem calorias ou gorduras. Assim, nossas crianças, jovens e idosos, enfim, toda a população fica mais forte e saudável”, afirmou.

 

Sete dias após a redução da passagem de ônibus em Juatuba para R$ 2,89, em atendimento à Justiça, uma nova decisão voltou a tarifa para R$ 3,25, preço praticado a partir de janeiro deste ano, após autorização concedida pela prefeita Valéria Aparecida dos Santos, em dezembro de 2016.  A concessionária do transporte coletivo conseguiu, por meio de liminar, manter o valor pleiteado ao governo no fim do ano passado. Diante do despacho favorável à empresa, a medida foi ratificada por meio de decreto, publicado nesta terça-feira, 10, no Diário Oficial do Município. 

Há aproximadamente 20 dias, a Prefeitura e o grupo responsável pela exploração das linhas municipais foram notificados a respeito da determinação judicial, que estabeleceu a diminuição da passagem, com aplicação do índice de 11,25%, baseado na inflação. Na semana passada foi publicado o ato que regulamentou a situação, mas, durou pouco o tempo de benefício para os usuários do serviço, que desde quarta-feira, 11, pagam novamente R$ 3,25 para acesso aos ônibus. O percentual de aumento é de 25%. 

A administração de Juatuba ainda não descarta a realização de uma auditoria no preço da tarifa e já está em preparativos para a contratação de empresa que será responsável por esse trabalho. A sentença que baixou a passagem foi resultado de uma Ação Civil Pública ajuizada pela Promotoria. A partir de processo que teve como embasamento as análises dos critérios adotados para autorização do reajuste, a realização de estudos prévios pelo Município sobre os custos do serviço e melhorias significativas para justificar a majoração, o promotor Almir Guimarães apontou o reajuste como injustificável. Informações obtidas pela reportagem são de que os donos da concessionária têm parentesco com membros do alto escalão do Governo. 

 

A Prefeitura de Mateus Leme oferece oficinas terapêuticas para os usuários da Saúde Mental, uma vez por semana, às quintas-feiras, das 09h às 11h. A iniciativa tem à frente a enfermeira e coordenadora da unidade, além de uma psicóloga. No espaço, os pacientes têm a oportunidade de trabalhar com a terra, por meio de horta e cultivo de plantas ornamentais.

O objetivo é fortalecer os laços afetivos e as atividades em conjunto. Além disso, a capacitação auxilia na interação com as demais pessoas do convívio diário, como os familiares e a comunidade em geral. Também faz parte da prática, a promoção da paciência e do cuidado com os seres vivos.

Para a coordenadora da Saúde Mental, Carla Alessandra, as oficinas são essenciais para a autonomia do usuário, estímulo da inclusão social e a reabilitação psicossocial.

“São instrumentos que, na sua plenitude, acolhem a crise, amenizando seus efeitos e colaborando significativamente com a construção de um projeto terapêutico singular”, explica. “Eles entendem as dificuldades dos demais e ajudam uns aos outros, além de garantirem novas possibilidades à vida cotidiana”, completa Carla Alessandra.

 

Os contribuintes de Mateus Leme que desejam pagar o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana – IPTU -  podem fazê-lo até a próxima terça-feira, 10. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Planejamento e Fazenda, os carnês do tributo foram postados e encaminhados no início de setembro. Porém, quem não recebeu e quer quitar a dívida, pode retirar a guia no endereço eletrônico www.mateusleme.mg.gov.br ou no Setor de Tributos, situado na rua Pereira Guimarães, 08, Centro.

Os valores constantes nas tabelas utilizadas para o lançamento do imposto foram atualizados de acordo com o acumulado da inflação de 2016, e podem ser pagos através de cota única, até o dia 10 de outubro. O IPTU pode ser dividido em até três parcelas iguais, mensais e sucessivas, com acréscimo de 1%, para valores superiores a R$ 150.

 

Outubro, mês dedicado às crianças, começa com ação da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL – de Juatuba, em homenagem a elas. Neste sábado, 07, a entidade realiza uma rua de lazer para garantir diversão à meninada. As atividades serão realizadas na Praça dos Três Poderes, em frente à Prefeitura. Na programação, muitas atrações, em parceria com as lojas associadas, além de distribuição de algodão doce e pipoca. 

 

A Secretaria de Estado de Esportes – SEESP - divulgou, na terça-feira, 03, no Diário Oficial de Minas Gerais, as listas atualizadas com os selecionados para o Programa Minas Esportiva Bolsa Atleta 2017, após a etapa de análise documental dos convocados na primeira chamada. Entre os contemplados está o lutador de Taekwondo Ícaro Miguel Martins Soares, de Juatuba.  

Ícaro conseguiu classificação na categoria nacional para receber o incentivo. O benefício é destinado aos que já conquistaram uma das três primeiras colocações nas competições em âmbito federal, ou estiverem no ranking indicado em conjunto com a SEESP, pela entidade de administração do desporto. 

O Bolsa Atleta tem como finalidade apoiar financeiramente desportistas com bons históricos de resultados. Os recursos são destinados, preferencialmente, para cobrir gastos pessoais com inscrições e passagens; hospedagens e alimentação durante campeonatos; transporte urbano; e aquisição de materiais e equipamentos esportivos para o treinamento do beneficiário.

 

Incentivo

 

O programa visa garantir a manutenção da carreira dos atletas de alto rendimento, a partir de condições para que se dediquem ao treinamento. A proposta é viabilizar a participação em competições, de forma a manter e renovar periodicamente gerações de desportistas, com potencial para representar o Minas Gerais nas principais disputas nacionais e internacionais.

 

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE