Sábado, 21 Julho 2018

O comandante do 3º Pelotão de Polícia Militar de Juatuba, tenente Renato Alves, realizou reuniões nos bairros Jardim Leme e Boa Vista, para esclarecer dúvidas sobre a Rede de Proteção Preventiva, iniciativa que visa aproximar a comunidade da corporação, incentivando a população a participar do processo, a partir de denúncias que possam contribuir com o aumento da segurança pública. Durante palestra sobre o funcionamento da metodologia, o oficial apresentou o resultado satisfatório do projeto, que já garantiu a redução do índice de criminalidade em 50%, em comparação com a época em que não estava ainda em vigor. Os moradores receberam as placas para identificar os imóveis cujos ocupantes aderiram ao programa. 

A Polícia Militar de Juatuba tem intensificado as incursões na chamada “Zona Quente de Criminalidade”. Em mais uma dessas operações, na estrada velha da Vila Maria Regina, as guarnições abordaram aproximadamente 20 transeuntes e fiscalizados três veículos, a partir do patrulhamento ostensivo em pontos conhecidos como de concentração dos infratores. As equipes em serviço também localizaram o menor W.A.S., contra o qual havia um mandado de busca e apreensão em aberto. O rapaz, detido duas vezes em duas semanas, tem passagens por homicídio e roubos, e foi encaminhado à Delegacia e colocado à disposição da Justiça para as providências cabíveis. 

Após o registro de ocorrências de assalto a usuários do transporte coletivo e roubo de celular, em Mateus Leme, a Polícia Militar realizou operações simultâneas com o objetivo de identificar e prender os responsáveis pelos crimes. Durante as diligências, que chegaram ao último fim de semana, a corporação conseguiu localizar quatro elementos envolvidos com os atos, entre os quais, uma mulher e um adolescente. As equipes apreenderam com os indivíduos uma arma de fogo, quatro pinos de cocaína, três pedras de crack e uma balança de precisão. 

Bandidos aterrorizaram novamente os funcionários da loja de uma grande rede do segmento de eletrodomésticos em Mateus Leme. O crime foi registrado na manhã de quarta- -feira, 20. Eram aproximadamente 08h40, quando o assalto foi anunciado via rádio à Polícia Militar de Juatuba, já que os elementos fugiram pela MG-050, após o crime. De acordo com informações concedidas pela corporação, dois indivíduos invadiram o estabelecimento e trancaram os funcionários no banheiro. Em seguida, pegaram diversos celulares, tablets e notebooks, evadindo sentido à rodovia.

Equipes do 3º Pelotão se posicionaram nas margens da estrada, nas imediações do bairro Canaã, e perto da ponte sobre o rio Paraopeba, na BR-262. Após diversas abordagens, as guarnições conseguiram prender três homens envolvidos no caso. Também foram recuperados todos os itens roubados, um total de 27 telefones e seis computadores. A PM apreendeu ainda um revólver calibre 38, carregado com seis munições intactas, além do veículo utilizado pelos criminosos, identificados como os autores de roubo à loja da mesma rede, em Juatuba, no último dia 11 de maio.

Produtores rurais mineiros terão até a próxima segunda- -feira, 25, para declarar, junto ao Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA -, a imunização do rebanho contra a febre aftosa, na primeira etapa anual de imunização, realizada em maio. O prazo, que terminaria em 10 de junho, foi ampliado devido à greve geral dos caminhoneiros e aos efeitos da paralisação em vários setores, inclusive na produção e distribuição da vacina.

Quem não cumprir a determinação fica sujeito à multa de cinco Ufemgs, o equivalente a R$ 16,25 por cabeça. O procedimento pode ser feito pela internet, em www.ima.mg.gov.br. Para os que possuem até 150 animais, existe a opção de comparecer a uma unidade do IMA. No caso de Mateus Leme, os atendimentos são na agência de Itaúna (Rua Silva Jardim, 888, Centro), e de Juatuba, no escritório seccional de Betim, que fica na rua Rui Barbosa, 15, Chácara. A segunda etapa será em novembro. 

O governo de Juatuba tem ampliado os esforços para incentivar a agricultura familiar na cidade. Nos últimos meses, diversas ações foram executadas nesse sentido e os projetos em apoio ao segmento continuam em destaque. Uma das conquistas recentes foi a aquisição de uma picape para garantia de melhores condições ao trabalho do pequeno produtor rural, por meio de captação de recursos junto à Companhia de Desenvolvimento do Vale São Francisco – Codevasf.

De acordo com o secretário de Planejamento e Coordenação da Prefeitura, Júlio Cezar Gomes, que participou de todos os processos, desde o ano passado, o setor passou a ser tratado como prioridade dentro do planejamento da atual administração. Ele explica que o acompanhamento do técnico agrícola era comprometido pela falta de um meio de locomoção que viabilizasse o devido atendimento aos agricultores.

“A agricultura familiar é extremamente importante para a economia de Juatuba. E, parte da produção é vendida para o Município, para utilização na merenda escolar. Portanto, essas medidas que têm sido adotadas impactam na vida de toda a população, de forma muito positiva”, ressalta. Júlio Cézar lembra que agora, além de maquinário novo, como o trator, que chegou há pouco, o homem do campo poderá contar com equipamentos para roçar, arar e gradear, e também com a presença do profissional disponibilizado pela Prefeitura para o suporte às atividades.

Ainda segundo o gestor, outros projetos estão sendo elaborados junto à Codevasf. Um deles, adianta o secretário, é a implementação de um laboratório para a criação alevinos de espécies nativas da bacia do rio Paraopeba. A proposta é envolver nesse trabalho alunos da rede pública municipal, o Conselho de Desenvolvimento do Meio Ambiente – Codema – e demais instituições ligadas à área. 

A unidade da Belgo-Mineira Bekaert Artefatos de Arame localizada no vizinho município de Itaúna vai receber um aporte de R$ 107 milhões nos próximos três anos. A aplicação dos recursos faz parte do plano de expansão da fábrica e a perspectiva é de que o projeto contribua para a geração de 200 vagas de empregos diretos e indiretos para a região. O anúncio foi feito pelo grupo, nesta semana.

A meta, de acordo com as informações divulgadas, é elevar em 35% a capacidade de produção de Steel Cord (cabos para reforço de pneus para carros e caminhões). Ainda segundo a assessoria da empresa, está prevista a instalação de uma nova linha de latonagem, que é a cobertura do material com camada de latão, além do maquinário de trefilação e cablagem.

“A estratégia tem o objetivo de fortalecer a nossa posição de liderança no segmento, ampliando a atuação da companhia no mercado latino-americano, através da ampliação das atividades e aprimoramento da tecnologia dos nossos processos e equipamentos”, afirma o diretor- -presidente da Belgo Bekaert, Ricardo Garcia. O executivo destaca ainda a importância da iniciativa na busca pela excelência operacional, a sinergia com as demais plantas industriais e o alcance de maior competitividade.

O diretor da BMB, Luiz Mariani, comenta que a primeira fase do licenciamento, para a transformação de Itaúna em uma unidade integrada, já foi aprovada pelos órgãos competentes. A intenção é realizar em breve a licitação para o início das obras previstas para o segundo semestre de 2018. “Serão instaladas novas máquinas produzidas pela Bekaert Engenharia e a respectiva infraestrutura”, explica.

Liderança no Brasil

A Bekaert e a ArcelorMittal operam atualmente dez fábricas no Brasil, por meio de parcerias, nas quais a produtora de aço detém participação majoritária. Na Belgo Bekaert Arames estão incluídas as unidades de produção nas cidades mineiras de Contagem e Sabará; Osasco e Hortolândia, no estado de São Paulo; e Feira de Santana, na Bahia. Já na Belgo-Mineira Bekaert Artefatos de Arame, o trabalho em conjunto abrange as plantas de Steel Cord de Itaúna e Vespasiano, além de Sumaré (SP). 

Os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged -, divulgados pelo Ministério do Trabalho e referentes a maio, apontam uma situação favorável em relação à geração de emprego em Juatuba e Mateus Leme. Os dois municípios fecharam o mês com saldo positivo na abertura de vagas.

Em Juatuba, 186 pessoas foram admitidas no período, enquanto 118 perderam os postos. A indústria de transformação liderou as contratações e absorveu 96 trabalhadores, seguida pelo setor de serviços, com 45, e o comércio, 37.

Mateus Leme teve um desempenho mais modesto, já que 156 pessoas conseguiram uma colocação, enquanto 150 foram desligadas. O segmento industrial contribuiu com o maior número de admissões (66) e o comércio, 33. Já nos serviços, 32 foram contratados e 35 desligados. A construção civil continua em baixa nas duas cidades.

Foi realizado nesta quinta-feira, 21, na capital mineira, o 1º Fórum de Cidades Digitais da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O evento visa incentivar o surgi- mento das cidades inteligentes, que utilizam a tecnologia de forma estratégica, visando desenvolvi- mento e melhorias na qualidade de vida das pessoas.

Durante o fórum, o gestor de Mateus Leme, Júlio Fares, recebeu o título de Prefeito Inovador 2018. A premiação reconheceu a impor- tância do investimento estratégico em informação e comunicação, promovendo inclusão e fomento à economia do município.

A prefeita de Juatuba, Valéria Aparecida dos Santos, também foi homenageada. No caso dela, o título teve o objetivo de valorizar a implantação da rede monitorada de segurança pública. A medida adotada no município contemplará inicialmente em pontos estratégicos da área central. Os equipamentos já estão instalados e começarão a funcionar em breve, após formalização do contrato da empresa vencedora da licitação e a contratação dos funcionários.

As câmeras foram instaladas na rua José Monteiro, próximo ao túnel 262; perto da Igreja São Cristóvão; na entrada da avenida Tânus Saliba; na saída da Mário Teixeira; e na Praça dos Três Poderes. A base ficará temporariamente na Secretaria de Segurança Pública, Defesa Social e Juventude e, depois, será transferida para o quartel da Polícia Militar. 

Foi apresentado nesta semana o resultado do VIII Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal, entregue durante o 35º Congresso Mineiro de Municípios, em Belo Horizonte. E, um dos destaques da premiação foi o projeto “Iniciação Científica na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental”, que, executado em Mateus Leme, alcançou a segunda colocação, entre os concorrentes do mesmo segmento.

Em página que mantém na rede social Facebook, o prefeito Júlio Fares destacou a importância desse reconhecimento.

“Estamos muito felizes e honrados, pois, em um estado imenso como Minas Gerais, com 853 cidades, Mateus Leme se destaca em uma área tão importante e transformadora que é a Educação. Divido essa honraria com o vice-prefeito Roberto Rodrigues e com todos os servidores da Prefeitura, em especial os professores”, publicou.

Resultados positivos

O projeto “Iniciação Científica na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental” surgiu a partir da proposta da administração municipal em promover um trabalho diferenciado, na missão de construir uma sociedade mais democrática, solidária e com justiça social.

A iniciativa proporciona aos estudantes um espaço de acesso aos conhecimentos formais, visando a promoção de aprendizagens que possibilitem o acesso aos bens culturais e tecnológicos.

“A atual gestão buscava melhorias para a qualidade do ensino no município e também o incentivo ao aprendizado em diversas áreas. Desde o ano passado, a iniciação cientifica está sendo abordada e estimulada entre as crianças matriculadas na educação infantil e nas séries iniciais do ensino fundamental, em todas as escolas da rede, apresentando excelentes resultados a níveis didáticos e pedagógicos”, explicou a assessora técnica da Secretaria Municipal de Educação, Milena Luriana.

Incentivo à pesquisa

Tudo o que foi desenvolvido nas escolas, a partir da implantação do projeto, foi apresentado na Feira Mineira de Iniciação Científica – Femic, realizada em Mateus Leme no ano passado, estimulando os alunos a seguirem trilhando pelo caminho da inovação. “Os trabalhos foram para a Femic e, a partir daí, tivemos alguns premiados em outras cidades, dentro e fora do estado,e até no exterior”, relatou Milena. Além de envolver os pais no processo educacional e atender as necessidades formativas dos educandos, o programa “Iniciação Científica na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental” conseguiu mais empenho dos alunos, deixando-os motivados e envolvidos pelo conhecimento. O resultado disso, de acordo com os educadores, é uma aprendizagem mais eficaz, com melhorias na capacidade de leitura, interpretação e escrita.

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE