Sexta, 20 Outubro 2017

Na segunda-feira, 18, mais uma vez a Serra do Elefante, que é um dos principais pontos turísticos de Mateus Leme, sofreu danos devido a um incêndio. A Prefeitura emitiu uma nota na página que mantém na rede social Facebook, advertindo a população sobre ações que não devem ser realizadas próximo às matas, como soltar fogos de artifícios, jogar guimbas de cigarro pela janela dos automóveis e, no caso de quem faz acampamentos, não deixar fogueiras acesas. O Corpo de Bombeiros alerta para as consequências das queimadas, que prejudicam a qualidade do ar e do solo e causam prejuízos também aos animais, uma vez que muitos têm que fugir do habitat natural ou acabam mortos. 

Depois de inúmeras explosões de terminais de autoatendimento nos municípios do interior de Minas Gerais, o Estado decidiu tomar providências. O governador Fernando Pimentel anunciou neste mês a criação de uma força-tarefa para coibir os roubos a caixas eletrônicos. A formação do grupo foi definida após reunião do chefe do Executivo com representantes das forças de segurança do Estado, com a proposta de reduzir os índices desse tipo de crime, que tem causado pânico nas pequenas cidades.

Em Juatuba e Mateus Leme foram registrados ataques aos caixas eletrônicos recentemente, sendo que, na primeira, em março, uma agência na avenida Tânus Saliba, área central, ficou praticamente destruída após a ação dos bandidos.  Em entrevista à imprensa depois do encontro com as demais autoridades, Fernando Pimentel destacou que, além de aumentar a segurança no Estado, há uma preocupação em relação à questão socioeconômica dos municípios de pequeno e médio porte. O governador comentou que a população acaba desguarnecida dos serviços por causa da criminalidade. 

O trabalho da força tarefa terá como foco a prevenção, investigação e combate aos assaltos aos bancos e explosões dos terminais de autoatendimento. Serão convidados para integrar o grupo o Ministério Público, a Polícia Federal e demais instituições vinculadas ao tema. A medida visa a criação de um “condão” para enfrentamento do problema, facilitando a integração de todas as forças, conforme declaração do secretário de Segurança Pública, Sérgio Barboza Menezes. 

Começou a II Festa em Louvor a São Vicente de Paulo, organizada pela Paróquia São Sebastião, em Azurita. A comemoração pelos 400 anos da santidade segue por mais três dias, na Praça da Matriz. Neste sábado, 23, a programação terá início às 16h e mais tarde, depois da celebração eucarística, os devotos se reúnem para a solenidade de levantamento da bandeira e a queima de fogos. Em seguida, música ao vivo com a dupla Cássio & Augusto. 

No domingo, 24, após 10h, almoço na praça e às 13h, o tradicional festival de prêmios com renda revertida para a Sociedade São Vicente de Paulo. Os festejos serão encerrados na quarta-feira, 27, data dedicada ao Santo, com missa especial pelos 400 anos do Carisma Vicentino, a partir das 19h. Haverá venda de comidas e bebidas em barraquinhas durante todo o período de comemorações. 

 

A Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Fazenda, iniciou a entrega dos carnês do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana – IPTU - de 2017.  O documento de arrecadação também pode ser retirado no endereço eletrônico www.mateusleme.mg.gov.br, ou no setor de tributos, situado na rua Pereira Guimarães, 08, Centro.

Os valores constantes nas tabelas utilizadas para o lançamento do IPTU foram atualizadas de acordo com o acumulado da inflação de 2016, e o pagamento pode ser feito em cota única, até 10 de outubro. Há ainda a opção de dividir o montante em até três parcelas, com acréscimo de 1%, sendo que a primeira deverá ser quitada em 10 de outubro, com vencimento na mesma data, nos meses subsequentes.

A Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte e a Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – deram início nesta semana à última fase da segunda etapa do cronograma do contrato de assessoramento na revisão dos planos diretores de 11 municípios no entorno da capital. Juatuba e Mateus Leme estão entre eles e recebem, na próxima semana, as audiências para definição coletiva de diretrizes para propostas de estruturação territorial. A proposta das instituições envolvidas é de realizar a leitura técnica com síntese orientada por eixos temáticos dos projetos, com foco, principalmente, na análise da estrutura urbana existente e na projeção para o futuro.

A reunião em Mateus Leme está marcada para terça-feira, 26, a partir das 18h, no Centro de Convivência Luiz Gregório Vieira, que fica na rua Miguel Alves, 890, Centro. Em Juatuba, o encontro será na Câmara, localizada na rua Mário Teixeira, 10, também às 18h, na quarta-feira, 27.

O trabalho vem sendo desenvolvido com a participação do Grupo de Acompanhamento, de profissionais da Agência RMBH e da UFMG e dos moradores das cidades contempladas com a parceria. De acordo com a técnica Fabiana Ribeiro, a dinâmica se deu no primeiro momento com a apresentação do resultado obtido junto às comunidades e depois houve a divisão de grupos, para discussão e aprovação das proposições. Ao final, foi feito um apanhado geral. O próximo passo será a elaboração do Produto 7, ou seja, o diagnóstico propositivo participativo, contendo a síntese das leituras técnicas e comunitárias.

Em todas as comunidades existem aquelas pessoas que se destacam por tentarem transformar a realidade dos que vivem ao redor. No bairro Santa Bárbara, em Mateus Leme, Maria Diniz é um desses exemplos de cidadania. Com esforço e muito carinho, há anos ela participa de projetos filantrópicos e é voluntária em diversas ações realizadas na cidade. Por isso, é uma das homenageadas do Troféu Evidência 2017.

A proposta da premiação é justamente reconhecer personalidades e empresas responsáveis por contribuir para o crescimento social e econômico da região. No caso de Maria Diniz, a história de dedicação ao próximo teve início nos anos 90, com a criação da Associação de Mães Santa Bárbara. A entidade sem fins lucrativos prestava assistência há 37 famílias do Santa Luzia, João Paulo II, Central, e Santa Bárbara. 

Entre as atividades estavam serviços de saúde, como encaminhamento ao pré-natal, prevenção ao câncer com a indicação dos exames específicos, atendimento odontológico, cardiológico, além de campanha de combate à pobreza, com distribuição de cestas básicas, ajuda no planejamento familiar, e doação de roupas. Existiam ainda os casos em que moradores estavam realizando cursos de qualificação profissional, mas não tinham dinheiro para comprar os materiais necessários. E, conseguiam por meio da organização as ferramentas de trabalho.

A homenageada conta também que uma das maiores preocupações da associação era promover a cultura. Para isso, com a ajuda da população mateuslemense e de empresas da região, foi criada uma biblioteca para empréstimo de livros e aulas de reforço escolar para crianças. Todo o trabalho era feito em sistema voluntariado e doações. Por questões burocráticas, a entidade teve de encerrar os trabalhos em 2014. Com isso, todo o material foi direcionado para a Associação Arte, Cultura e Fantasia – AACF – também em Mateus Leme. Mesmo com a tristeza de fechar a instituição, Maria Diniz continuou a auxiliar a população da cidade.

Aos 71 anos de vida, ela tem o orgulho te ter participado dos primeiros trabalhos no Lar São Mateus, importante abrigo do município. Além disso, atuou como presidente da Associação de Moradores do Santa Bárbara. Na ocasião, os esforços dispendidos resultaram na escola de informática do bairro e muitos outros benefícios para a região. Por causa dessa atuação, Maria Diniz estará presente na noite de 21 de outubro, no Grande Teatro da Universidade de Itaúna, para ser aplaudida pela dedicação ao povo de Mateus Leme.

 

Foi assinada nesta semana, pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo, a portaria que regulamenta o programa federal Cartão Reforma. A partir da publicação no Diário Oficial da União, a medida possibilitará o lançamento do edital para apresentação de propostas e seleção dos municípios atingidos por enchentes, para que as primeiras famílias sejam contempladas. Após essa etapa poderão ser inscritas as demais localidades.

Uma pré-seleção já definiu as cidades que poderão participar da primeira fase  e os  respectivos limites financeiros, baseados no déficit habitacional qualitativo. De acordo com informações obtidas na página oficial do programa, em Juatuba 121 pessoas se enquadram nos requisitos necessários para usufruir do benefício. Em Mateus Leme são 94 moradores. Segundo o ministro, o Cartão Reforma busca beneficiar parte da população que precisa de incentivos para melhorias na qualidade de vida, mas não consegue ingressar em outras políticas habitacionais.  

A iniciativa é voltada às famílias com renda mensal de até R$ 2.811 e tem como objetivo viabilizar a compra de materiais de construção para obras em residências, desde que as mesmas estejam em área regular ou passível de regularização, e que o beneficiário seja dono de um único imóvel. Idosos ou portadores de deficiências e mulheres responsáveis pelo orçamento doméstico têm prioridade.

Juatuba foi sede do II Fórum de Secretários Municipais de Educação da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte – Granbel - do mês de setembro. O evento é realizado mensalmente e a cada edição em um município diferente. Durante o encontro, promovido na terça-feira, 19, a Secretaria de Educação de Juatuba apresentou o projeto que tem contribuído para que a cidade seja referência em educação, alcançando índices elevados nas principais provas que medem o nível dos estudantes em âmbito estadual e nacional. 

“Nós apresentamos aos participantes do fórum o projeto de implementação da Lei nº 11.738/2008, que prevê 1/3 da carga horária semanal dos professores para os estudos e a capacitação. Mostramos o quanto a medida foi positiva para Juatuba em termos de resultados. Nossos alunos têm se destacado cada vez mais nos indicadores. Conseguimos resultados significativos no Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica], Proeb [Avaliação da Rede Pública de Educação Básica de Minas Gerais], Simave [Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública] e Pro-Alfa [Programa de Avaliação da Alfabetização]”, relatou o secretário municipal de Educação, Islander Saliba Santos. 

A meta do Ideb projetada para Juatuba em 2015 em relação ao 5º ano, por exemplo, era de 5.8, no entanto, o Município obteve pontuação de 6.5, superando todas as expectativas. 

“Todas as escolas trabalham uma mesma metodologia, sendo respeitadas as particularidades de cada uma. Dessa forma conseguimos manter um equilíbrio, de forma que todas as instituições de  ensino da rede mantenham o mesmo nível”, explicou Islander. 

De acordo com dados divulgados pelo governo do Estado, o índice de violência caiu para menos da metade dos registros do ano passado em Juatuba. Em 2013, 2014 e 2015 houve um aumento significativo dos crimes violentos, que chegaram à marca de 476 ocorrências em 2016. Já em 2017, até agora, foram 226. Em relação aos homicídios, o levantamento aponta queda, de 16 para sete, o menor índice em seis anos. 

Em Mateus Leme os números também são animadores, principalmente quando se fala de assassinatos. Este ano foram registrados quatro até o momento, enquanto em 2016 houve 18. Os demais crimes violentos diminuíram. Em comparação aos últimos seis anos, 2016 foi de maior índice de violência no município, com 403 casos. Em 2017 foram 203. 

 

Em atendimento às reivindicações de moradores de diversas regiões de Juatuba, os vereadores Wellington Pinheiro e Alexandre Antônio Diniz Avelar se reuniram na quarta-feira, 20, com os responsáveis pela unidade de distribuição da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT – na cidade. Os parlamentares levaram aos servidores da estatal as reclamações da comunidade e solicitaram providências para que a entrega das correspondências seja regularizada. Ficou acordada a ampliação, em uma hora, do serviço na agência central, que passa a realizar os atendimentos das 12h às 16 horas, diariamente. Para as outras demandas, como instalação de caixas postais nos bairros, as informações são de que há necessidade de levantamentos, ações e intervenções também do poder Executivo. 

 

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE