Sábado, 21 Julho 2018

A administração de Juatuba publicou na edição do Diário Oficial do Município desta quinta- -feira, 14, o decreto n.º 2.265, assinado pela prefeita Valéria Aparecida dos Santos. O ato regulamenta o pagamento previsto no Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica - PMAQ-AB - aos servidores da área da Saúde.

A medida institui os critérios para a liberação do benefício destinados aos profissionais vinculados ao projeto “Mais Médicos” e demais funcionários do setor, lotados em cargos de provimento efetivo, ou contratados. A divisão equitativa do valor observará a separação das equipes da Atenção Básica e de Apoio, considerando ainda a proporcionalidade dos meses trabalhados. O prazo para a apresentação dos recursos referentes aos cálculos é de 48 horas a partir da publicação.

Eleita em 20 de abril, com o compromisso de ampliar o diálogo com a administração e promover a união entre o funcionalismo, a nova diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mateus Leme – Sindserp – já deu a uma série de ações em busca de melhorias para a categoria que representa. Recentemente, os sindicalistas, liderados pela pedagoga Genaína Lopes, que ocupa a presidência da entidade, se reuniram com representantes do governo, para encaminhamento do pedido de reajuste do cartão alimentação concedido aos trabalhadores. E, a resposta à reivindicação, por meio de ofício assinado pelo prefeito Júlio Fares, foi bastante favorável.

O chefe do Executivo ressaltou que os argumentos apresentados pelo Sindserp para embasar a solicitação são muito válidos e se comprometeu a aumentar o benefício de R$ 150 para R$ 200. A proposta é de que o novo valor passe a vigorar em no máximo 60 dias, prazo estipulado por Fares para a organização do caixa da Prefeitura, visando a majoração. O prefeito lembrou que os efeitos da crise econômica enfrentada em todo o país ainda persistem, o que requer dos gestores ajustes das despesas, para evitar prejuízos aos serviços prestados à população. Mas, salientou: “Estamos trabalhando para valorizar cada vez mais o servidor, dentro do que é permitido, em conformidade com a legislação”.

A valorização da categoria foi o mote da campanha da chapa encabeçada por Genaína Lopes, que tem como vice a professora Jaqueline Ventura.

“Somente um sindicato forte e combativo será capaz de impedir o avanço das pautas negativas e impor uma agenda em favor do funcionalismo”, destacaram as candidatas, na época do pleito. As principais propostas foram a luta pela criação de concurso para os cargos de gestão e chefia, recomposição do quadro de funcionários do Município, elevação do piso salarial, inclusão de todos os funcionários nos acordos coletivos e insalubridade para quem trabalha em condições de risco. Os discursos englobaram também a necessidade de reestruturação dos órgãos públicos, a adequação dos setores em relação ao quadro de pessoal, reajuste anual dos vencimentos, respeito à jornada de trabalho, transporte gratuito e implementação do plano de carreira, entre outras demandas.

Horário de funcionamento e contato Sindserp

O horário de funcionamento do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mateus Leme – Sindserp – mudou. Os atendimentos na sede da entidade, agora, são de segunda a sexta-feira, das 08h às 16 horas. A nova diretoria da entidade divulgou também um novo número de celular, que é o 99625-1249. O telefone fixo, 3535-1455, continua disponível.

Após um longo período de discussões, que ficaram mais acirradas em meados de 2017, devido às constantes queixas da população, a Câmara de Mateus Leme acatou, em março passado, pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI -, para averiguação de possíveis irregularidades praticadas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa -, na cidade. Três meses depois, não há qualquer sinal de andamento dos trabalhos e nem mesmo informações a respeito dos trâmites até o momento. A reportagem buscou esta semana dados a respeito do processo, mas os questionamentos não foram respondidos.

Em Divinópolis, a cobrança da tarifa de esgoto, um dos elementos que motivaram a instauração da CPI em Mateus Leme, foi pauta do Legislativo nos últimos dias. Os vereadores derrubaram a taxa, por meio da aprovação de decreto legislativo. A estatal apresentou argumentos e afirma que manterá o tributo. No entanto, a questão continua em debate e deve render ainda muita polêmica entre os parlamentares, o Executivo e a empresa.

Por aqui, a “CPI da Copasa” foi anunciada como medida para apuração de diversas denúncias. As queixas, que se arrastam há tempos, motivaram Cristiano de Oliveira a iniciar os procedimentos, com foco na busca de soluções para os problemas apontados, ainda em 2017. As reclamações da Associação de Moradores de Azurita, uma das comunidades mais prejudicadas, pela falta de abastecimento e qualidade duvidosa do líquido que chega às torneiras, impulsionaram a iniciativa.

Além do aspecto turvo da água fornecida, por longos períodos, à população de várias regiões da cidade e, especialmente de Azurita, que sofre também com a falta do recurso, às vezes por dias seguidos, outra possível irregularidade a ser verificada é referente à cobrança da taxa de esgoto, que em diversos pontos é apenas coletado, sem a cobertura de 100% do tratamento. Desde agosto do ano passado, a tarifa é de 90% do valor do consumo mensal. Há denúncias de que a concessionária continua a despejar dejetos nos ribeirões. Também é alvo de questionamento a falta de manutenção da pavimentação das ruas, após obras realizadas pela estatal. Cristiano de Oliveira foi nomeado presidente da CPI, que tem José Ronaldo como relator e José Edson dos Santos, o “Edinho do Som”, na composição.

A Campanha de Vacinação contra a Gripe terá continuidade até  sexta-feira, 22. A baixa adesão em grande parte dos municípios brasileiros, aliada à greve nacional dos caminhoneiros, fez com que o Ministério da Saúde ampliasse o prazo mais uma vez. Em todo o país, a imunização alcançou 77% do público- -alvo no país. O índice é considerado baixo diante da meta estabelecida, que é de 90%.

De acordo com os números apresentados pelo Setor de Epidemiologia, Mateus Leme conseguiu bons resultados mesmo antes da ampliação do prazo. Foram vacinados na cidade 123,73% dos trabalhadores da área da Saúde; 100,12% dos idosos; 96,55%, professores; e 90,74%, no caso das puérperas, que são as mulheres com até 45 dias após o parto. Já entre as crianças, com idade entre seis meses e cinco anos incompletos, o alcance foi de 75,72%. O Ministério da Saúde preconiza a imunização de 90% para todos os grupos prioritários.

Juatuba, de acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, imunizou 5.896 pessoas, o correspondente a 91,97% do público-alvo. A meta é chegar a 6.411 doses aplicadas. Com a prorrogação, a vacina continua disponível nos postos.

Público-alvo

Os idosos formam o grupo mais vulnerável a manifestar os sintomas da gripe. Por isso, qualquer pessoa com mais de 60 anos, tem direito de se proteger gratuitamente. Crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes; puérperas (mulheres que tiveram filhos há até 45 dias) e profissionais da área da Saúde também são vulneráveis às complicações da gripe.

O Centro de Especialidades Médicas – CEM – de Juatuba foi transferido para o segundo andar de prédio na rua José Monteiro, 61. A justificativa da administração para a mudança é a necessidade de garantir um espaço mais amplo e confortável para os usuários da rede de saúde pública na cidade. Na unidade, o Município oferece, em média, 1.700 consultas por mês, com 14 especialistas em diversas áreas, entre as quais, Oftalmologia e Neurologia Pediátrica, implantadas na atual gestão. No local, também são realizadas pequenas cirurgias, como vasectomia.

O CEM tem como finalidade a assistência ambulatorial e a prevenção, por meio de programas de atenção especializada, além de exames complementares. Caso de eletrocardiograma e testes oftalmológicos. O agendamento é feito a partir de encaminhamento do clínico- -geral, nas unidades básicas de saúde. O próprio CEM marca os retornos.

Começa na segunda-feira, 18, o prazo para os cotistas do Programa de Integração Social – PIS – e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – Pasep –, com idade a partir dos 57 anos, retirarem os saldos das contas inativas. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil divulgaram o calendário de saques dos recursos que estavam parados no fundo, depois da sanção do decreto, que agora permite a retirada por todas as pessoas que têm direito ao benefício, e não apenas as pessoas de 60 ou mais, como vigorava na regra anterior.

A primeira etapa, que atenderá trabalhadores com idade a partir de 57 anos, será encerrada no dia 29. Depois disso, os pagamentos ficarão interrompidos para as correções monetárias do exercício 2017/2018 sobre o benefício. Nesse caso, quem puder esperar para retirar a partir de 08 de agosto, receberá valor superior ao que está depositado atualmente.

A Caixa informou que não haverá mudança no horário de atendimento das agências de Minas Gerais, que abrirão de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. De acordo com o Banco do Brasil, responsável pelo pagamento dos saldos do Pasep, se o cotista não for correntista ou poupador e tenha saldo de até R$ 2,5 mil, poderá fazer transferência eletrônica direta – TED - para conta de sua titularidade em outra instituição financeira , sem nenhum custo. A operação é viabilizada nos terminais de autoatendimento do BB ou na internet (www.bb.com.br/ pasep).

O saque das cotas do PIS, que beneficia trabalhadores do setor privado, será efetivado mediante a confirmação do direito nas agências da Caixa. Os pagamentos com valor até R$ 1,5 mil são realizados nos caixas eletrônicos, apenas com a Senha Cidadão, e nas unidades lotéricas, com apresentação de documento oficial de identificação com foto. Mais informações podem ser obtidas em www.caixa.gov.br/ cotaspis.

A Ello Urbanismo começou nesta semana a obra de pavimentação asfáltica do loteamento bairro Bandeirantes, em Mateus Leme. A previsão é de que os trabalhos de asfaltamento sejam finalizados no início de setembro. O Bandeirantes é o único em Mateus Leme a contar com infraestrutura completa, asfalto, água, luz, esgoto e drenagem pluvial, proporcionando aos futuros moradores maior comodidade e qualidade de vida.

Já foram comercializados mais de 150 lotes e ainda estão disponíveis cerca 50. Quem comprar as últimas unidades durante a Copa do Mundo de Futebol contará com algumas vantagens. Durante o Mundial, a Ello Urbanismo oferecerá entrada facilitada, com parcelas a partir de R$ 540 e com benefícios que chegam a até R$ 5 mil. Além disso, se o Brasil conquistar o hexacampeonato, quem adquiriu um imóvel neste período ganha mais R$ 1 mil em desconto.

Para aproveitar a oportunidade, basta entrar em contato com a Ello pelo telefone 3535-2121 ou pelo aplicativo Whatsapp (9 7524-6134).

A bacia do Ribeirão Serra Azul, uma das principais áreas de mananciais da Região Metropolitana de Belo Horizonte – RMBH -, está recebendo, desde março deste ano, as ações do programa “Plantando o Futuro”.

Idealizado pelo governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais – Codemig -, o projeto é executado com o apoio da Agência RMBH e parcerias com as prefeituras. Somente para o entorno, os responsáveis contrataram o plantio de mudas em 150 hectares e proteção de dezenas de nascentes.

O cadastramento dos interessados em receber a iniciativa foi realizado em 2016. A maioria é de pequenos proprietários rurais. O trabalho começou no fim de fevereiro, com destaque para as espécies de ipê, ingá e goiabas. Em Mateus Leme, as atividades tiveram início com o cercamento de nascentes, que teve a participação da Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa - e da administração municipal.

Na próxima segunda-feira, 18, estarão abertas as inscrições para a formação de turmas no programa Educação de Jovens e Adultos – EJA -, em Mateus Leme, no segundo semestre. O prazo vai até quinta-feira, 21. As vagas são destinadas à faixa etária a partir dos 15 anos completos.

Para efetuar a matrícula, o aluno ou o responsável legal, no caso de o candidato ser menor de idade, deve apresentar certidão de nascimento ou de casamento, carteira de identidade, histórico escolar, comprovante de residência no município e foto 3x4. Os cadastros serão feitos na Escola Estadual Judith de Abreu Oliveira, das 07h30 às 10h30 ou das 18h30 às 20h30.

Depois de uma intensa campanha para arrecadação de fundos, a Diocese de Divinópolis, da qual fazem parte as paróquias de Juatuba e Mateus Leme, conseguiu concluir as obras de reforma e ampliação do Seminário Maior de Teologia e Filosofia São José, localizado em Belo Horizonte. A solenidade de inauguração foi marcada para 23 de julho. Párocos, vigários e administradores paroquiais são convidados para, a partir dessa data, organizarem visitas à unidade, onde, após conhecerem as instalações, os religiosos participarão de celebrações eucarísticas especiais, em agradecimento a essa conquista.

A execução do projeto teve início em janeiro de 2017. Desde o ano anterior, a casa não comportava mais os seminaristas. Para garantir as condições adequadas de alojamento aos futuros padres, a mobilização junto aos fiéis continua, com pedido de uma ajuda mensal de R$ 20, durante 12 meses. O formulário e mais informações estão disponíveis em www. diocesedivinopolis.org.br. O telefone é o 37 3221 – 3066.

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE