Servidores de Mateus Leme recebem reajuste salarial de 4,17%

0
48

A Câmara de Mateus Leme votou na semana passada, em reunião extraordinária realizada na sexta-feira, 26, o projeto de lei que estabelece reajuste aos servidores municipais. Foi aprovado aumento de 4,17% para pagamento na folha de julho. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mateus Leme – Sindserp, o último reajuste concedido ao funcionalismo público de Mateus Leme foi em 2016. Desde então, o sindicato vinha lutando para que fosse concedido um novo reajuste pela administração. Servidores estiveram nas assembleias para discutir a pauta e também na reunião que votou o projeto de lei.

O secretário municipal de Administração, Marcus Júnior Diniz, explica que o Executivo conseguiu administrar os recursos financeiros de forma que foi possível atualizar os vencimentos do funcionalismo municipal, mesmo com a crise financeira, em um valor definido em comum acordo entre a Prefeitura e servidores. 

“O reajuste de 4,17%, mesmo neste momento de enorme crise financeira que todos os municípios mineiros atravessam, foi possível devido a atos de austeridade e economia realizados pela Prefeitura. O reajuste será ofertado a todas as categorias que ainda não haviam recebido o benefício neste exercício. Durante o ano, outras categorias como professores séries iniciais, agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde haviam recebido reajuste nos vencimentos. Além desta ação, é importante valorizar o reajuste superior a 100% realizado no valor do cartão alimentação nos últimos dois anos, além da garantia do pagamento do salário em dia, sendo Mateus Leme inserido entre os, apenas, 30% dos municípios mineiros que conseguiu garantir esta ação, mesmo no auge da crise e falta de repasse por falta do Governo de Estado, em especial durante o ano de 2018. O percentual foi discutido juntamente com a Direção do Sindserp – Sindicato dos Servidores Públicos de Mateus Leme”, destacou Marcus Júnior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui