Ajude João Victor a conseguir um andador

0
184

Todos nós enfrentamos dificuldades diversas ao longo da vida, mas alguns precisam desde cedo se adaptar para superar obstáculos. Esse é o caso do jovem João Victor, de 15 anos. Hoje, ele luta para conseguir se locomover e a compra de um andador facilitará muito o desenvolvimento do garoto.

Logo após o nascimento, João Victor começou a ter convulsões severas e que duraram praticamente durante todo o primeiro ano de vida. A mãe, Fabrícia Moreira, explica que eles conseguiam iniciar o controle dessas crises, no sexto mês do filho, quando acertaram uma medicação. Entretanto, o problema causou muitos danos ao desenvolvimento do jovem. “Tudo que ganhava, por exemplo, controle de cabeça, de tronco, quando tinha outra convulsão perdia tudo. João Victor começou a fazer fisioterapia aos seis meses de vida, sentou com dois anos, aos quatro começou a engatinhar e com oito anos fez a primeira cirurgia de alongamento de tendão. A partir daí, intensificaram-se as terapias e ele teve muitos ganhos, mas, conforme foi crescendo, precisou fazer outra cirurgia de avanço patelar, que ocorreu em outubro de 2019”, detalhou.

A recuperação da cirurgia não foi fácil e, devido a complicações, João precisou passar por outras intervenções, a última em fevereiro. Com a chegada da pandemia, a fisioterapia precisou ser interrompida e Fabrícia faz o que pode em casa. “Quer ver a felicidade do João Vitor é colocá-lo de pé para que ele possa trocar os passos. Ele tem muita vontade de andar, porém, como ele é bem grande e pesado, dificulta para mim. Sinto muitas dores na coluna porque preciso carregá-lo por algumas partes da casa que ainda não têm acessibilidade. Estamos tentando adaptar o imóvel, mas, como as despesas não são poucas, ainda não foi possível”, lamentou a mãe.

Para que João Vitor possa andar ele precisa de um andador especial, chamado Treinador de Marcha Grillo, que custa R$ 28 mil. Como o valor do equipamento é alto, a família tem buscado apoio na solidariedade de amigos e da sociedade para conseguir arrecadar os recursos necessários e dar um pouco mais de liberdade a João. Quem quiser contribuir, pode fazer depósito bancário de qualquer valor na conta do pai do jovem, Emerson Soares (CPF 031.991.406-29): Caixa Econômica Federal, agência 1066, operação 013, conta 49436-9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui