Câmara cobra prestação de contas e transparência da Prefeitura

0
85

Em reunião ordinária nesta segunda-feira, 19, os vereadores Léo da Padaria e Wellington Pinheiro solicitaram ao Executivo mais transparência e prestação de contas. Segundo o vereador Léo, até hoje os secretários não foram apresentados formalmente ao Legislativo, gerando uma grande dificuldade entre a Câmara e os diversos órgãos da administração.

O vereador chegou a elaborar um requerimento pedindo que o Prefeito Adônis enviasse a seu gabinete a relação dos servidores comissionados e os chamados de voluntários. “Além de exercer a função de fiscalizador, nós vereadores precisamos atender à inúmeros questionamentos feitos pela população de Juatuba, disse.

O vereador Wellington Pinheiro também solicitou ao Executivo que seja feita a atualização do Portal da Transparência, para que tanto o Legislativo quanto a população juatubense possa acompanhar a prestação de contas do governo. “A Prefeitura tem que fornecer todas as informações solicitadas pela Câmara e é nosso dever cobrar. Nesses dois anos, essa casa nunca teve dificuldade, acho louvável acontecer agora para estarmos mais empenhados em acompanhar. Temos que deixar o Executivo trabalhar, mas com seriedade, acompanhando o que for de interesse da população”, declarou em plenário, Wellington. O parlamentar destacou ainda que já solicitou e aguarda que a Prefeitura envie informações sobre a Limpeza Urbana, alvo de muitas controvérsias, além da nota fiscal para acompanhar as despesas e a prestação de serviços.

O Presidente da Câmara, Jurandir Santos, pediu ainda que o Prefeito explique o motivo da suspensão da licitação para a reforma do galpão do São Jerônimo e calçamento de várias ruas no bairro Icaraí. “O Diário do Municipal trouxe esta notícia e estamos sem entender qual a motivação para esta decisão da administração. O galpão está jogado as traças, com usuários de drogas. A reforma é uma obra importante, que vai trazer vários benefícios para a comunidade e o Prefeito, através de um decreto, suspendeu os processos licitatórios”, afirmou Jurandir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui