Candidatos de Mateus Leme: Júlio Fares e Dr. Coutinho

0
365

Iniciando as entrevistas com os candidatos à prefeitura de Mateus Leme temos Júlio Fares e Dr. Coutinho, da coligação “Por Amor a Mateus Leme” (PP / PT / PTB / PTC / PSB / PSDB / AVANTE / SOLIDARIEDADE). Seguindo a mesma proposta de Juatuba, a divulgação será por ordem alfabética Todos os candidatos tiveram o mesmo prazo para responder às questões, apenas um não se manifestou, Dr. Renilton (Republicanos).

Júlio Cezar Nogueira Fares Júnior tem 39 anos e é o atual prefeito de Mateus Leme. Filho de Nilda e Júlio, o Xu, Fares nasceu e foi criado na cidade. É casado e tem dois filhos. Formado em Direito pela Universidade de Itaúna e Administração de Empresas pelo Instituto J. Andrade, já exerceu dois mandatos como vereador no município, o primeiro aos 21 anos, sendo o candidato mais votado nas duas ocasiões. No Legislativo, foi o relator da Lei Orgânica que colocou fim ao nepotismo no município e atuou na criação do projeto Câmara Municipal na Escola. Em seu primeiro mandato como prefeito, Júlio ganhou destaque pelos projetos de infraestrutura, investimento em educação e pelas ações de fiscalização.

1. Qual é a maior motivação para a sua candidatura à reeleição? Quais são os principais desafios que precisará assumir em um próximo mandato? E de que forma isso será viável?

Minha maior motivação em ter colocado meu nome à disposição para a candidatura à reeleição é continuar fazendo ações que visam melhorar a vida do cidadão de Mateus Leme. Sou nascido e criado aqui, tenho raízes nesta cidade e é aqui que quero permanecer por toda a minha vida. Poder estar à frente do Executivo Municipal é uma enorme responsabilidade que Deus concedeu em minha vida e assim quero continuar exercendo, fazendo o bem, com muito trabalho e honestidade, dedicando minha vida a esta cidade. E com Dr. Coutinho, que cuidou de mim, de milhares de crianças de Mateus Leme, e também dos meus filhos, vamos cuidar e desenvolver muito mais nossa cidade.

2. Em tempos de pandemia da covid-19 a cidade, vive, como outros municípios brasileiros, momentos difíceis em todos os níveis. Qual seria a reinvenção política do chefe do executivo para devolver à população a confiança, a esperança e a motivação para as questões socioeconômicas e sociais da cidade?

A cidade de Mateus Leme tornou-se referência no Estado nas ações voltadas ao combate à COVID, através de muito trabalho, responsabilidade e transparência. Aos poucos e seguindo todas as regras impostas pela OMS e entidades federais, estamos voltando, com segurança, à rotina normal. Entretanto, desde o início da pandemia, não paralisamos nossos projetos voltados ao desenvolvimento socioeconômico da cidade, negociando a chegada de grandes empresas no município e estabelecendo parcerias com entidades como o SEBRAE, buscando ofertar capacitação empresarial e profissional a todos os empreendedores e trabalhadores do município. Neste período, inauguramos o Parque Industrial de Azurita, por exemplo, que já vem colaborando com a retomada do crescimento industrial da cidade. Várias outras obras também foram executadas, como a pavimentação asfáltica de dezenas de ruas, implantação de sinalização viária, a reforma de várias escolas municipais e o início das obras da construção da Escola do Bairro Central. Mesmo em época de crise, o município não pode parar.

Vale a pena salientar que Mateus leme foi uma das poucas cidades do interior de Minas Gerais que abriu seu próprio hospital de campanha para tratamento de pacientes com a Covid-19. O nosso hospital ficou conhecido em todo o país como um dos hospitais mais baratos do Brasil, mostrando nossa seriedade, transparência, eficiência e respeito com o dinheiro público e com nossa população.

3. Dois dos grandes problemas do município são a infraestrutura e o acesso a saneamento básico, o que inclui o abastecimento de água, serviço muito criticado e prejudicado nos últimos meses. Como o senhor pretende viabilizar a execução de projetos que atendam a essas demandas?

Mateus Leme é um município com 303 quilômetros quadrados, com um número muito grande de bairros, sendo que, 70% deles, ainda não contam com a infraestrutura básica. Desta forma, ajuizamos uma ação contra todas as imobiliárias que deveriam, há 20 ou 30 anos atrás, garantir o acesso ao saneamento básico aos cidadãos. Várias delas já buscaram a Prefeitura para regularizar a situação e, em breve, iremos receber esse merecido apoio, que por obrigação deveria ter sido realizado há décadas atrás. Quanto ao abastecimento de água e coleta de esgoto, assinamos um acordo com a COPASA, que obriga a empresa a executar todo o serviço na cidade até o ano de 2023. Ainda em nossa gestão, vários bairros já receberam esses benefícios, como o Londrina e Vivendas do Vale. Quanto à recente e corriqueira falta de abastecimento de água em diversos bairros da cidade, ajuizamos uma ação contra a COPASA, onde obtivemos liminar favorável, sendo imposta à empresa uma série de responsabilidades, sob risco de multa quanto ao seu não cumprimento. Implementei e executei o Programa Pró-Asfalto, o maior investimento da história de Mateus Leme, com asfaltamento de dezenas de ruas em bairros variados, levando qualidade de vida há milhares de pessoas. Tudo isso sem nenhum centavo de empréstimo, tudo feito com recursos próprios do município.

4. O foco em qualidade de vida e bem-estar social é considerado fundamental na gestão pública. Esses fatores englobam segurança, trânsito, sustentabilidade, educação, acesso à tecnologia, entre outras áreas. Quais são seus principais projetos para a qualidade de vida da população no município?

Uma das primeiras ações realizadas neste mandato foi a chegada de dez novos policiais militares e duas moto-patrulhas, conseguidas através de uma série de reuniões realizadas com o comando policial do Estado de Minas Gerais. Com este trabalho, aliado a seriedade das polícias Militar e Civil da cidade e ao trabalho do poder judiciário e Ministério Púbico, reduzimos a taxa de criminalidade em Mateus Leme em 70%. Daremos continuidade nestas ações, buscando cada vez mais parcerias com estas entidades. Efetivamos também a TRANSLEME, que é o departamento de trânsito da cidade, municipalizando nosso trânsito. Estamos em fase de execução da sinalização viária do centro da cidade e distritos, ofertando mais segurança aos pedestres e motoristas. Quando o assunto é educação, Mateus Leme foi reconhecida entre as três melhores de Minas Gerais durante a minha gestão. Todas as escolas municipais receberam algum tipo de melhoria. Agradeço muito a cada profissional da educação por esse resultado. Uma de nossas prioridades é garantir a inauguração da Escola do Bairro Central e Parque da Serra, obra já iniciada e que segue o padrão das maiores escolas do Brasil. Fomentaremos ainda nosso Centro de Desenvolvimento Municipal (CDM), estabelecendo parcerias com a FIEMG e SEBRAE, buscando a inovação tecnológica e capacitação profissional de jovens e adultos. Ampliaremos o programa “Mateus Leme Cidade Acolhedora”, ofertando maior bem-estar ao cidadão, englobando ações voltadas ao meio ambiente, esporte e infraestrutura urbana.

5. O que representará verdadeiramente a figura do vice-prefeito no seu próximo mandato?

No meu modo de ver, o vice-prefeito tem uma função tão importante quanto a do próprio prefeito. Por isso, sempre busquei pessoas sérias e do bem para caminhar junto comigo. E assim está sendo com o Dr. Coutinho. Uma pessoa do bem, comprometida com a cidade, totalmente capaz para representar o cidadão e as causas municipalistas em qualquer demanda apresentada. Dr. Coutinho é uma pessoa preparada, que, como pediatra, cuidou de milhares de crianças e agora irá cuidar também de Mateus Leme. Entre as diversas funções, Dr. Coutinho vai ficar responsável pela saúde em todo nosso município.

Dr. Coutinho: foco em desenvolvimento e saúde

José Campos Coutinho, tem 66 e nasceu em Belo Horizonte. Mudou-se para Mateus Leme e, na cidade, construiu a carreira e criou sua família. É casado há 38 anos com Maria Imaculada, com quem teve duas filhas. Formado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas, especializou-se em pediatria e há 40 anos atua no atendimento a crianças mateus-lemenses, tendo cuidado inclusive de Júlio Fares, seu companheiro de chapa.

1. O que dizer de sua candidatura à vice-prefeito (a)? O que levou a essa escolha e como o seu nome foi colocado junto da coligação?

Recebi o convite do Júlio Fares com muita alegria. Para aceitar um convite deste porte é necessário confiar muito no candidato a prefeito. Conheço o Júlio Fares desde o seu primeiro dia de vida, acompanhei toda a sua trajetória e, é com muito orgulho, que aceitei este desafio de me juntar a ele na chapa “Por amor a Mateus Leme”. Sou médico aqui por mais de 40 anos e nunca vi um prefeito que fizesse tanto por Mateus Leme como o Júlio Fares fez. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentou, como herança de uma grande dívida da prefeitura logo no seu primeiro ano de mandato; sequestro dos repasses financeiros da prefeitura, no seu segundo ano; no terceiro ano a maior chuva da história de Mateus Leme, que estragou muito todo o município e Júlio teve que fazer a reconstrução de boa parte; e por fim, no seu quatro ano de mandato, a Covid-19, que parou todo o mundo e Mateus Leme foi muito bem assistida, até com abertura de um ótimo Hospital de Campanha. Nossa cidade foi a que menos fechou, por isso o número de empresas quebradas e de pessoas desempregadas é muito menor do que várias outras cidades. Júlio teve competência e firmeza para conduzir com maestria nossa cidade no pior momento de toda sua história.

2. Eleita sua chapa, como você pretende atuar junto ao prefeito? O que você tem como propostas para a administração municipal na condição de parceiro do chefe do Executivo?

Pretendo ter uma atuação muito próxima com o prefeito, sendo parceiro em todos os seus projetos. Devido minha formação, é impossível não empregar uma atenção especial à saúde e às crianças. Vou, a pedido do Júlio Fares, ficar responsável por toda a saúde do nosso município. Vou, junto com Júlio, trabalhar com muita dedicação neste importante segmento, priorizando o retorno da pediatria no Hospital Santa Terezinha e fazendo ainda mais pela saúde da cidade.

3. Na sua visão, quais são os principais desafios que a administração municipal irá enfrentar nos próximos quatro anos?

Acredito que um dos principais desafios é superar o período pós-pandemia, executando projetos e ações que fomentem o desenvolvimento econômico e social de Mateus Leme. Tenho a certeza de que, ao lado da população, Deus vai nos abençoar nesta caminhada. Mas vamos conseguir, a população pode confiar em nós. Estamos preparados e juntos por amor a Mateus Leme. Faremos um excelente mandato, levando mais qualidade de vida e oportunidade a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui