Corpo de menino de 2 anos desaparecido é encontrado em lagoa

0
223

Eduardo estava desaparecido desde quarta-feira

Um morador encontrou na manhã desta sexta-feira, 14, o corpinho do menino Eduardo Ferreira de Oliveira, de 2 anos, em uma lagoa. O garoto, que atendia pelo apelido de Dudu, desapareceu do quintal de sua casa no bairro Maria Vila Regina, na manhã de quarta-feira, 12. Ainda não há informações a respeito de quais as condições em que a criança foi encontrada, mas a perícia foi acionada no local e o corpo foi encaminhado ao posto do IML de Betim.

A lagoa em que a vítima foi encontrada fica próxima à casa da família do menino. O Corpo de Bombeiros realizava buscas em todo o perímetro, em que equipes se dividiam em mergulho, vistorias em casas, cisternas e região da mata. De acordo com a corporação, ainda não é possível afirmar que a causa da morte foi afogamento.

O Caso

De acordo com informações, Eduardo desapareceu após um descuido. A casa onde vive, na Alameda Flambouyan, não tem muros e há apenas uma cerca. Alguns familiares acreditavam que ele tenha saído pela cerca e não soube voltar para casa, já outros acreditavam que ele tenha sido vítima de um rapto.

A PM foi a primeira a ser acionada no local, quando uma das irmãs mais velhas de Eduardo, de 15 anos, chamou os policiais quando percebeu que o menino não estava em casa e o portão estava aberto. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 21 militares em sete viaturas estavam empenhados na procura pelo menino. Eles também usaram um drone para obter imagens aéreas do bairro.

Alguns minutos depois, a mãe chegou do serviço. “Eu já estava vindo do trabalho, não sabia o que estava acontecendo. Minha menina começou a gritar por mim, eu me desesperei. Nem entrei em casa, já comecei a procurar”. Com o apoio dos moradores do bairro, a mãe o buscou por toda a região, principalmente em pontos onde o menino podia ter passado. “Ele costumava subir, ficava beirando a esquina que tem ali, mas ele nunca tinha sumido, de jeito nenhum”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui