CPI vai investigar possíveis irregularidades no Processo Seletivo da prefeitura

0
216
Comissão Protestante

Depois de uma série de denúncias, encaminhadas à Prefeitura, Câmara e Ministério Público, os vereadores aprovaram em reunião extraordinária, a abertura de uma CPI para investigar possíveis irregularidades no processo seletivo 04/2019, realizado pela empresa DDS Serviços.

Entre os questionamentos de um grupo de candidatos que se sentiu prejudicado, está a divulgação do resultado, que teria sido feita através do Whatsapp, por um funcionário da empresa para participantes em particular. Eles reclamam também que o gabarito da prova de candidatos de nível superior não foi divulgado, o que impossibilitou o conhecimento e conferência da pontuação. Além disso, durante a prova escrita, do nível superior, uma candidata ao cargo de psicóloga, teria sido beneficiada com o atraso do início da aplicação da. Já para o cargo de enfermagem, candidatos relataram que uma concorrente recebeu uma ligação e com autorização dos aplicadores, se ausentou da sala por alguns minutos. Ambas as candidatas teriam sido aprovadas no processo.

Outro motivo de revolta dos candidatos é que, mesmo com as denúncias ainda sendo apuradas, a prefeitura contratou os profissionais. “Já tinham interesse político em manter a profissional que trabalha na atual gestão. Não divulgaram edital no DOM da Prefeitura, não divulgaram o gabarito pelo site e, sinistramente, não analisaram os recursos e, no período de recesso já empossaram nos cargos as pessoas escolhidas”, afirma Aparecida Porto, psicóloga e participante do processo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui