Dr. Jorge diz que “desordem urbana em Juatuba deixa vários bairros sem infraestrutura e serviços básicos”

0
484

Falta de infraestrutura básica e tratamento de água e esgoto; comunidades sem escolas, postos de saúdes e ameaçadas pela falta de segurança. Estes problemas, comuns em vários bairros de Juatuba, foram tema de alerta do vereador Dr. Jorge. Segundo o parlamentar, durante seu primeiro mandato na Câmara de Juatuba, entre os anos de 2005 a 2008, ele denunciou as ocupações irregulares e invasões que, com o passar do tempo, gerariam um desastre urbano no município. “Fizemos um alerta sobre estas ocupações completamente fora da lei e sobre as invasões que ocorriam em várias regiões da cidade. O resultado é uma completa desordem urbana e comunidades carentes do mínimo necessário para viver”.

Esta semana, o vereador pediu ao presidente da Câmara que o Legislativo interpele judicialmente a Copasa. Segundo Dr. Jorge, foi assinado há quase 15 anos um contrato entre o município e a Copasa onde a empresa se comprometia a realizar a captação do esgoto em diversas regiões de Juatuba. “Estamos em 2019 e até agora a Copasa não realizou o serviço de captação do esgoto da cidade”.

Segundo o vereador, ano passado, em conversa com a ex-prefeita Valéria, ela garantiu que a administração estava tomando previdências sobre a situação da captação do esgoto do município. “Não sabemos em que ponto andam as negociações com a Copasa. São aproximadamente cinco mil habitantes que sofrem com uma série de problemas. Os moradores dos bairros Diamantina, Serra Azul, Veredas da Serra, Ilhéus, Dona Francisca e Castelo Branco são os mais afetados”. A equipe do Jornal de Juatuba e Mateus Leme entrou em contato com a Copasa e também com a Prefeitura para saber sobre o contrato celebrado entre as partes e a possibilidade de realização dos serviços de captação de esgoto no município, mas até o fechamento dessa edição não obtivemos re

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui