Excesso de velocidade é o que mais gera multas em Juatuba e Mateus Leme

0
383

Apesar da redução no número de infrações nos primeiros meses do ano, descumprimento das normas de trânsito ainda é alto nos municípios

Infração de trânsito, falta de licenciamento, veículo furtado/roubado, crime de trânsito, prática de crime, mal conservação, estacionamento proibido e acidentes foram os principais motivos que levaram a apreensão de veículos nos municípios de Juatuba e Mateus Leme em 2019, até agora. O levantamento foi feito pelo Departamento de Trânsito – Detran – de Minas Gerais para o JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME.

Os dados mostram ainda que a infração mais cometida pelos motoristas dos municípios é o desrespeito a velocidade máxima permitida. Em Juatuba, só em janeiro deste ano foram 522 multas por excesso de velocidade, mês que mais houve registro desse tipo de infração até agora.  Em fevereiro, em contrapartida, não houve multas por transitar em velocidade alta, mas em março foram 254 e em abril 343. Até essa terça-feira, 28, não havia multas por esse tipo de infração referentes a maio no sistema. No total, nos cinco primeiros meses do ano, os motoristas juatubenses foram pegos em velocidade acima do permitido 1.119 vezes, uma média de aproximadamente 7 multas por dia. 

Em Mateus Leme, esses dados são ainda mais preocupantes. O município registrou praticamente o dobro de multas que a cidade vizinha por excesso de velocidade. No total, foram 2.110 infrações por trafegar acima da velocidade permitida, ou seja, média de quase 14 multas por dia. A maior parte dessas multas ocorreram no mês de abril (826). Em janeiro, foram 485, fevereiro 149, março 650 e de maio ainda não foram disponibilizados os registros.

Faróis acessos nas rodovias de dia

Os dados mostram ainda que os motoristas de Juatuba e Mateus Leme ainda não se acostumaram a ter que trafegar pelas rodovias com os faróis acessos de dia. Isso, com base no levantamento do Detran, que mostra que esse tipo de infração está na segunda colocação no ranking de multas aplicadas.

Em Juatuba, foram 182 multas por trafegar nas rodovias durante o dia sem manter acessos os faróis com luz baixa. Já em Mateus Leme, foram 378.

Balanço geral

O levantamento do Detran mostra os motoristas de Mateus Leme como sendo mais imprudentes do que os de Juatuba, tendo em vista que o número de habitantes das cidades é próximo, embora a população de Mateus Leme seja um pouco maior.

O levantamento chama atenção para a necessidade de conscientização dos motoristas e também de intensificação das campanhas educativas. De janeiro até agora, Mateus Leme somou 4.049 infrações, por inúmeros motivos, enquanto em Juatuba foram 2.047. Os dados chamam ainda mais atenção se comparados aos de cidades próximas como Itaúna, em que o número de habitantes é mais que o triplo de Juatuba e Mateus Leme e nos primeiros meses do ano foram registradas 5.394 infrações.

Apesar dos números, no comparativo com o ano passado, houve melhoras na conduta dos motoristas mateus-lemenses. No mesmo período em 2018, foi registrado em Mateus Leme 6.320 multas e o total de 12.925 até a primeira quinzena de dezembro.

Em Juatuba também houve redução no número de multas no comparativo com o mesmo período, janeiro a maio, do ano passado, quando o município registrou 2.994 infrações de trânsito. De janeiro até a primeira quinzena de dezembro de 2018, Juatuba teve um total de 6.377 multas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui