Exonerados conseguem acordo de pagamento após um mês de espera em Mateus Leme

0
41

A situação de incerteza dos contratados da Prefeitura de Mateus Leme dispensados logo no início do ano parece próxima do fim. Após inúmeras idas à sede da administração municipal e muita cobrança, os 190, agora exonerados, conseguiram um documento assinado pelo secretário geral de administração Fabrício Canguçu determinando que o pagamento das rescisões fosse feito até ontem, 12.

Os contratados da prefeitura foram surpreendidos ao chegar para trabalhar no último dia 4 de janeiro com a dispensa e a informação de que poderiam retornar para casa e que seriam chamados nos dias seguintes para retornar aos postos de trabalho. Poucos de fato foram convocados a voltar, entretanto, os demais continuaram esperando por mais de 30 dias, sem previsão de rescisão ou pagamento dos vencimentos.

Anteriormente, alguns funcionários foram informados que receberiam a rescisão na última sexta-feira, 5. A data chegou, mas o dinheiro não. Com isso, eles se reuniram e foram mais uma vez atrás de um parecer definitivo do Executivo municipal. Inicialmente, o acordo proposto foi de que 33 deles receberiam o pagamento na quarta-feira, 10. Os profissionais, indignados, exigiram que todos fossem pagos na mesma data. Assim, uma nova data foi estabelecida, adiando o acerto para o dia 12.

O processo de acordo só foi possível após muita insistência dos funcionários, que recorreram também aos vereadores para auxiliá-los na cobrança por uma solução. Participaram da reunião com o secretário geral de administração, Fabrício Canguçu, os vereadores Irene Oliveira, Wellington Batata, José Ronaldo e Wolney Barrão, além de Wilber de Oliveira e Rosinda Alves, representantes dos exonerados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui