Hackers atacam sistema da Prefeitura de Mateus Leme no fim de semana

0
213

O prefeito Júlio Fares usou suas redes sociais para expor uma situação delicada que ocorreu no município nos últimos dias. Começaram a circular nas redes sociais listas com nomes e documentos de cidadãos inscritos na dívida ativa da prefeitura. A exposição desnecessária resultou no constrangimento de diversas pessoas, que passaram a acreditar que o vazamento tinha ocorrido dentro da própria administração.

De acordo com Fares, a publicação da listagem da dívida ativa é obrigatória por lei e vem sendo feita em Mateus Leme desde o início do ano no portal da transparência. Para evitar a exposição de dados dessas pessoas, são omitidos caracteres do CPF ou CNPJ. O prefeito se disse indignado com a situação e acredita que se trata de um golpe político para atingi-lo. Foi feito boletim de ocorrência para apuração dos fatos por parte da Polícia Civil.

Poucos dias depois, no domingo, para surpresa de todos, um novo ataque hacker foi feito, desta vez, aos servidores da prefeitura. Conforme ocorrência registrada pelo procurador-geral Dalton Andrade, o sistema operacional do município foi atacado por um vírus chamado “ransomware” que teria infectado o servidor principal da administração de Mateus Leme deixando inoperantes serviços de atendimento ao público, por exemplo.

O funcionamento só foi restabelecido no fim da tarde de terça-feira, 1º, após recuperação de backup feito pela equipe de Tecnologia da Informação da prefeitura. A suspeita é que o segundo ataque tenha sido feito com o objetivo de apagar rastros do primeiro, uma vez que o prefeito anunciou que os responsáveis pela exposição das listas estavam sendo investigados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui