Hospital de Campanha de Mateus Leme é referência em gestão no Estado

0
176

A Prefeitura de Mateus Leme inaugurou no fim de abril o hospital de campanha para atendimento a pacientes com Covid-19, em parceria com a Fundação Hospital Santa Terezinha e a estrutura se tornou referência de gestão eficiente de recursos em meio às diversas outras montadas em Minas Gerais.

Nesta semana, o prefeito Júlio Fares e o secretário de saúde Rafael Augusto receberam no hospital o deputado estadual Cletinho Azevedo e, como não havia pacientes internados, o parlamentar pode mostrar para a população a estrutura organizada através de vídeo que obteve mais de 200 mil visualizações. A gestão eficiente desde a instalação da estrutura, até a compra de equipamentos recebeu elogios de cidadãos de todo o país. Conforme destacado pelo prefeito, a estrutura do hospital é reconhecida por ter sido erguida com um dos menores custos, dentre todas as outras estruturas erguidas no Estado. Segundo ele, isso foi possível graças à parceria entre a Prefeitura e a direção do Hospital Santa Terezinha, que cedeu o segundo andar da casa de saúde, até então desativado, para a implantação da unidade temporária. Além disso, muitos equipamentos também foram cedidos pelo Hospital, facilitando o processo de compra daqueles que eram realmente necessários.

São 16 leitos, com capacidade para ampliação, caso necessário, para tratamento intensivo e semi-intensivo, equipados com seis respiradores, bombas de infusão contínua, monitores, e possibilidade de realização de exames laboratoriais completos. Além da economia promovida pelo uso da ala no Hospital Santa Terezinha, o secretário de saúde chamou atenção para a preocupação do município com a segurança dos pacientes, já que a fundação já tinha todos os alvarás sanitários, agilizando o processo de instalação e evitando riscos para quem utilizar a estrutura.

O hospital de campanha de Mateus Leme é gerido pela ONG Avante Social. Por se tratar de organização sem fins lucrativos, o município só paga aquilo que realmente for usado, ou seja, quando não há pacientes internados, a despesa é apenas gastos com a manutenção. Júlio Fares reforçou que assim como no Hospital de Campanha, o compromisso da administração sempre foi com a gestão eficiente dos recursos públicos. “A Prefeitura trabalha com transparência, seriedade e honestidade. O hospital de campanha foi erguido porque, em Mateus Leme, ninguém vai morrer por falta de atendimento médico. Optamos por investir na estrutura, para salvar a vida das pessoas, ao invés de fazer novas obras com recursos próprios. A vida sempre será mais importante que qualquer obra que venhamos fazer”, finalizou o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui