Indústria eleva índices de geração de emprego pelo segundo mês consecutivo

0
128
Dados do Caged mostram bons resultados em Juatuba

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) referentes ao mês de agosto trouxeram um pouco mais de alívio à população de Juatuba e Mateus Leme. Depois de alguns meses em queda, as duas cidades iniciaram o processo de recuperação na geração de emprego em julho e tiveram, no mês seguinte, mais um resultado positivo, no caso de Juatuba, o melhor saldo do ano.

O setor responsável por essa mudança nos números é a indústria. Foram 574 contratações e apenas 74 desligamentos, o que gerou um saldo muito positivo de 500 postos de trabalho. A situação da indústria é parecida em todo o país. A atividade industrial continua em recuperação e já se encontra no patamar pré-crise, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria.

Em Juatuba, no mês de agosto, 4.797 pessoas estavam formalmente empregadas. No total, as empresas da cidade fizeram 398 admissões e apenas 85 desligamentos, o que resultou em 313 novas vagas. Além da indústria, o comércio na cidade também teve bons números no oitavo mês de 2020 com saldo de 21 postos, seguido pela área de serviços com 18 vagas criadas.

Com os sinais de recuperação é esperado que, a partir dos resultados de setembro, o índice juatubense para 2020 saia do patamar negativo. Atualmente, o saldo é de menos 21 vagas. O ano teve 1.253 contratações e 1.274 demissões, muitas delas no comércio, que tem os números mais negativos e influenciados diretamente pelo período de fechamento na pandemia.

Enquanto isso em Mateus Leme, o município já contabiliza saldo positivo na somatória do ano. Foram 1.441 admitidos e 1.429 demitidos, com saldo de 12 postos de trabalho. Os resultados de julho e agosto foram muito parecidos, alavancados pelas empresas, algumas instaladas recentemente na cidade. No total, 372 profissionais conseguiram uma recolocação no mercado e outros 125 perderam o emprego, o que gerou saldo de 247 vagas. Só a indústria fez 284 contratações, número bem diferente do setor que vem logo em seguida, de construção, que fez 20 admissões e 11 demissões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui