Junho Gospel é cancelado e recursos vão para combate ao coronavírus

0
519

Assim como foi feito com a Festa de Junho e a Cavalhada, que celebram o dia de Santo Antônio, a Prefeitura de Mateus Leme anunciou o cancelamento do Junho Gospel. Acompanhando de representantes da Associação Maanahim Evangélica de Mateus Leme (AMEM), o prefeito Júlio Fares explicou os motivos da decisão e que, assim como foi feito com os representantes da igreja católica, houve diálogo e a decisão foi de comum acordo. O Junho Gospel é um evento tradicional para os evangélicos de Mateus Leme e região. Conforme fala do presidente da AMEM, pastor Adenilson de Freitas, mais do que uma festa, é um momento espiritual, de louvor e agradecimento. Ele explicou que diversas reuniões foram feitas entre os pastores e a administração municipal e que eles apoiam totalmente as ações implementadas pelo prefeito.

Fares destacou que o cancelamento do evento é evitar aglomeração e focar as ações no combate a pandemia e reforço do sistema de saúde local. Ele reforçou que, assim como os recursos da Festa de Junho, o valor que seria gasto no Junho Gospel será destinado à saúde e também à compra das cestas básicas para as famílias de alunos das escolas municipais. No decreto em que flexibilizou a abertura do comércio, o prefeito liberou a realização de celebrações em igrejas, mas com restrições. As missas e cultos devem ter duração máxima de 45 minutos, respeitando o limite de uma pessoa a cada três metros quadrados, sendo dois metros de distância entre cada pessoa. Além disso, é obrigatório o uso de máscaras, disponibilização de álcool gel 70% e sinalização de pias e lavatórios para higienização das mãos.

Segundo o pastor e médico Thales Borges Marques, é importante estar atento às medidas de enfretamento à covid-19, particularmente o uso de máscaras. “Recentemente iniciamos os cultos, com todo cuidado. O uso de máscara faz toda diferença e são muitos os países que testemunham a importância desta medida. Quanto mais fé e atitude tivermos, mais rápido venceremos essa luta”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui