Mais de 35% da população dos municípios pediu o auxílio emergencial

0
146

Programa do Governo Federal já repassou cerca de R$ 60 milhões em pagamentos aos mais de 21 mil beneficiários de Juatuba e Mateus Leme

Desde abril o Governo Federal tem pagado o auxílio emergencial como forma de apoio a economia e a população durante o período de pandemia. No início do mês, foi anunciada a prorrogação do pagamento por mais quatro parcelas, ou seja, até o mês de dezembro. Cerca de 67 milhões de pessoas já receberam o benefício, 1,8 milhão só em Minas Gerais no mês de julho.

Até agora, o benefício era de R$ 600, limitado a até duas pessoas da mesma família, ou R$ 1.200 para os lares em que a única responsável pelas despesas seja a mulher. De acordo com os critérios do programa, a família não pode ter renda superior a meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou três salários mínimos no total (R$ 3.135,00). Beneficiários do Bolsa Família ou aqueles com registro no Cadastro Único (CadÚnico) receberam automaticamente o auxílio. Com a prorrogação do pagamento, as últimas quatro parcelas serão de R$ 300.

Em Juatuba, 10.426 pessoas estavam aptas a receber o auxílio emergencial. Desse total, 10.183 efetivamente estão recebendo, sendo que 2.429 são parte do Bolsa Família e 2.011 registrados no CadÚnico. Já foram encaminhados à cidade R$ 15.761.400 destinados ao pagamento do benefício nos meses de maio a julho. Tem direito ao pagamento de R$600, 8.671 pessoas. O número de auxílios solicitados supera o de empregos formais (regime CLT). De acordo com levantamento feito pelo jornal O Tempo, Juatuba tem hoje 4.473 cidadãos com carteira assinada, ou seja, os beneficiários da verba emergencial são mais que o dobro.

Em Mateus Leme a situação se repete. Os empregos formais são 4.730, enquanto o auxílio emergencial já soma 11.091 cadastrados. Entre os beneficiados, 1.978 já eram cadastrados no CadÚnico e outros 2.485 recebiam Bolsa Família, por isso, foram incluídos automaticamente no auxílio emergencial. Já circulou na economia do município R$ 20.931.000 pagos em quatro parcelas aos inscritos no projeto do Governo Federal. Do total de pessoas que se enquadram nos critérios do programa, 266 não fizeram a solicitação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui