Mateus Leme e Juatuba em situação de emergência

0
295
Foto: Prefeitura de Mateus Leme

Júlio Fares entrega ao governador balanço dos prejuízos causados pela chuva

O prefeito Júlio Fares e outros prefeitos da Região Metropolitana, estiveram na sexta-feira, 31, com o governador, Romeu Zema, na Cidade Administrativa, para relatar a situação dos municípios, depois dos estragos e alagamentos que aconteceram devido à chuva dos últimos dias. Júlio Fares pediu auxílio especial do governo para melhorar as ruas da área urbana e rural que foram destruídas pela chuva, além de recursos para o desassoreamento dos ribeirões e melhoria das pontes da cidade.

Os temporais registrados na Região Metropolitana, deixaram um rastro de destruição e lama tanto em Mateus Leme, quanto em Juatuba. Os bairros Bom Jesus, Santa Cruz e Vivendas do Vale, além de Azurita foram os mais atingidos em Mateus Leme; já o Cidade Nova IV, em Juatuba,  sofreu com as fortes chuvas.

A Prefeitura de Mateus Leme divulgou que a defesa civil está realizando visitas e atuando de forma preventiva em diversos pontos da cidade, principalmente nos bairros Bom Jesus, Vivendas do Vale, Imperatriz, Vista Alegre e Araçás. Uma família de seis pessoas, com três adultos e três crianças, do bairro Mangabeiras, foi abrigada, em caráter emergencial. Ao todo, cerca de trinta famílias foram orientadas a saírem de suas residências, seja por causa de rachaduras nas construções ou por que as mesmas estão localizadas em áreas de risco no município.

Prefeitura de Mateus Leme

Segundo o morador do Vivendas do Vale, Fagner Cristiano, em entrevista a uma rádio, as duas lagoas do bairro correm risco de transbordar. Ele afirmou que elas são sustentadas por dois aterros cada, e que eles podem romper a qualquer momento. Fagner alega também que o aumento do nível da água foi devido a um entupimento do bueiro que faz o escoamento da lagoa menor.  Apesar do receio de Fagner, segundo a Polícia Militar, a situação no local já está controlada e tranquila. Porém, os militares alertam sobre os riscos a que estão sujeitas, as pessoas que moram às margens dos córregos.

A situação de risco de transbordamento do Ribeirão Mateus Leme, cujo volume de água subiu muito esta semana, foi minimizada depois que a prefeitura retirou os bambus arrancados pela força dos ventos e da chuva, nas proximidades da ponte de acesso à rua Wenceslau Braz, perto do campo do Guarani. Em Azurita, um barranco cedeu e interditou parte da rua Alfredo Baeta, no bairro Nossa Senhora de Lourdes.

Em Juatuba, a administração fez a limpeza das residências e vias do bairro Cidade Nova IV, para que as famílias pudessem voltar para casa. Ainda de acordo com informações oficiais, foram realizadas 80 visitas em áreas com risco de alagamento, escorregamento de encostas e casas com trincas. Porém, não foram divulgados o número de desalojados e desabrigados na cidade.

Prefeitura de Juatuba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui