Médico, possível candidato a prefeito de Mateus Leme é alvo de denúncias

0
257

Processos envolvendo dívidas de Dr. Renilton ganharam destaque nas redes sociais no município

A corrida eleitoral pelos cargos municipais já começou. Mesmo que os partidos não tenham concretizado as candidaturas ainda, muito já se especula sobre os prováveis candidatos, em especial ao posto de prefeito. Nas últimas semanas, um vídeo correu as redes sociais de mateuslemenses, viralizou e deu o que falar. Nele, informações sobre processos envolvendo o médico Dr. Renilton Coelho são levantadas e muitos documentos mostrados como supostas provas contra o mesmo, são divulgados.

A intenção do vídeo parece ter sido questionar a habilidade de gestão daquele que é considerado um dos candidatos à prefeito de Mateus Leme. Na série de documentos mostrada, o foco são as dívidas relacionadas ao médico e suas empresas. O JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME teve acesso aos processos, que estão abertos para consulta pública.

O médico é natural de Montes Claros, foi candidato e perdeu a eleição de 2012 para prefeito na cidade mineira de Padre Carvalho onde morava. Empresário em diversos ramos, seu nome é associado a uma clínica e também um posto de combustíveis. Em ambos empreendimentos, Dr. Renilton adquiriu diversas dívidas, segundo o vídeo. Os documentos mostrados, destacam que, no caso da clínica Semeodon – Serviços Médicos e Odontológicos, entre as ações, há uma do Bradesco envolvendo uma dívida referente a empréstimo feito pelo banco ao médico e uma sócia. O processo foi inclusive suspenso devido a não localização do devedor pela justiça.

Nos casos referentes ao posto de combustíveis, existem ações ajuizadas pelo Estado por dívida tributária ativa, por uma concessionária de veículos de Montes Claros por cheque sem fundo, e outro novamente do Banco Bradesco por empréstimo não pago. Há ainda uma ação de despejo ajuizada por uma construtora, ação que corre desde 2018. A maioria dos processos foram instaurados nas comarcas de Salinas e Montes Claros, no norte de Minas, onde ele residia anteriormente.

Procurado pela reportagem, o médico preferiu não se pronunciar, por acreditar se tratar de um jogo político. Ele afirmou que seu advogado já está tomando as devidas providências sobre a divulgação do vídeo e, a respeito de sua candidatura a prefeito, ele também optou por não confirmar, alegando seguir orientação da justiça eleitoral. Dr. Renilton é conhecido na cidade por seu trabalho como médico e diretor clínico no Hospital Santa Terezinha, entre 2013 e março de 2020, além de ter clinicado também no Hospital Manoel Gonçalves, em Itaúna. Além dos trabalhos realizados nestas instituições, o médico foi diretor clínico da UPA de Mateus Leme, de onde foi desligado. Atualmente, ele responde no Ministério Público do município, por possíveis atos ilícitos e de improbidade administrativa durante a sua gestão na UPA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui