Moradores do Satélite dizem que estão abandonados pela Prefeitura

0
61

A coluna BAIRRO A BAIRRO esteve no bairro Satélite, em Juatuba, esta semana, para ouvir a comunidade sobre os principais problemas enfrentados no dia a dia. A maioria dos moradores ouvidos pela reportagem disse que os maiores problemas são os entulhos espalhados pelas vias e a falta de pavimentação, gerando muita poeira, como as maiores dificuldades. Os entrevistados relataram ainda que a falta de segurança e de iluminação pública, faz com que muitos se sintam intranquilos e abandonados pelo poder público.

A moradora Júlia Rodrigues ressalta que tem tido vários problemas de saúde devido à poeira. “Estou com problemas respiratórios e quando passa um carro e eu estou na rua, sinto que vou desmaiar. Em casa temos que ficar com tudo trancado e, além disso, está havendo muitas queimadas no bairro o que está aumentando ainda mais os problemas respiratórios ”, relata.

Amenaide Silva Gusmão concorda com Júlia e afirma que é impossível sair com roupas brancas no Satélite. “Acho que Juatuba recebe muitos impostos e era para termos uma cidade melhor, ou pelo menos, uma rua pavimentada. O bairro está esquecido, aqui só temos muita poeira e entulho; de resto não temos nada, só podemos contar com Deus e os amigos”, lamenta.

Luiz Carlos Santos também compartilha a sensação de abandono. “Olha esse tanto de lixo e poeira; temos que limpar a casa todo o dia porque a poeira está demais e muitos de nós estão adoecendo com falta de ar”, desabafa à nossa reportagem.

Se no período da seca o problema é a poeira, no período da chuva é a dengue. Segundo Jonathas Caldeira, o maior receio da população é que com a chegada da chuva, um novo surto da doença volte a assombrar o bairro. “O grande problema dos entulhos é a dengue, porque agora na seca a proliferação do mosquito é menor. Estamos pedindo providências e que a prefeitura recolha esses entulhos antes que as chuvas comecem”.

No escuro

A falta de iluminação pública faz com que muitos moradores sejam vítimas de roubos e assaltos e gera mais insegurança. O morador Leandro Henrique Guimarães diz que teme por sua esposa que já foi assaltada duas vezes quando ia trabalhar. “A iluminação pode ser melhorada, principalmente na entrada do bairro”. 

Para Amenaide Silva Gusmão “não há policiamento no bairro e quando as viaturas são solicitadas, demoram até duas horas para chegar ao local da ocorrência. “A segurança está horrível, todos os dias ficamos sabendo de vários assaltos e arrombamentos. Não há viatura em lugar nenhum aqui no Satélite, diferente do centro da cidade, onde até perco as contas de quantas viaturas passam no mesmo lugar”.

Falta agente de Saúde

A moradora reclama também que o bairro está sem agente de saúde. “O atendimento no posto do Centro está horrível, muito devagar, além disso estamos sem funcionários da saúde no bairro. Temos muitos doentes, idosos, gente que precisa e estamos a mercê do governo. E onde estão as ambulâncias de Juatuba? Fiquei sabendo que tinha chegado muitas e quando chamo para meu irmão aparece um carro comum para buscá-lo”. Amenaide questiona os políticos, que sempre estão no bairro em época de eleição. “Quando eu morava na favela estava melhor que aqui, um bairro que dizem ser descente. Eu tinha comércio, segurança, pavimentação, e o que temos no Satélite?”, desabafa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui