Para conter Covid-19, Mateus Leme fecha comércio aos finais de semana

0
100

Medida foi tomada pela Prefeitura diante do aumento no número de casos e registros de dois novos óbitos

O prefeito Júlio Fares anunciou que a partir deste sábado, 18, apenas o comércio essencial poderá funcionar na cidade. Ele explicou a população durante transmissão nas redes sociais que a decisão vem em resposta a uma pequena parcela da população que ainda resiste em obedecer às medidas de proteção contra a Covid-19.

Mateus Leme registrou até a quinta-feira, 16, 82 casos confirmados da doença. Desses, quatro pacientes não resistiram e vieram a óbito. Sobre essas vítimas da Covid-19, o secretário de saúde, Rafael Augusto, informou que se tratam de três homens de 52, 59 e 73 anos, e uma mulher de 57 anos, todos com comorbidades que agravaram o quadro provocado pelo coronavírus.

No total, 743 notificações de suspeita já foram emitidas, sendo que dessas 558 foram liberadas após isolamento domiciliar. O monitoramento continua para 185 pacientes. Dos casos confirmados, 52 já são considerados recuperados e 17 ainda estão isolados. O secretário chamou atenção ainda para os atendimentos no hospital de campanha. A unidade conta com 16 leitos e no município existem oito respiradores. Até o momento ocorreram apenas cinco internações simultâneas, sendo que apenas dois pacientes nesse período precisaram de respirador.

Com a decisão da administração municipal, aos sábados, domingos e feriados, apenas serviços considerados essenciais poderão funcionar. Entre eles estão supermercados, farmácias, padarias, oficinas mecânicas, lojas de materiais de construção, petshops, óticas, entre outros. Também poderão abrir restaurantes localizados às margens da MG-050. Os demais bares e restaurantes só poderão trabalhar com entregas em domicílio e a opção de retirada no balcão fica proibida aos finais de semana. As igrejas e templos religiosos também deverão permanecer fechados.

Júlio contou que a decisão é difícil, pois afeta muitos cidadãos, em especial comerciantes que estão cumprindo com suas obrigações e tomando as medidas necessárias. Ele ressalta que é preciso que a pequena parcela da população que não está colaborando entenda que a doença não é brincadeira e que o Brasil não é diferente dos outros países. O prefeito também anunciou que a partir da semana que vem a Praça da Matriz deverá ser fechada para evitar aglomerações na região.

A Prefeitura lançou ainda um disque denúncia para os finais de semana. O número faz contato direto com a equipe de fiscalização e é um pedido da população. Para denunciar, basta ligar para (31) 9 7174-2474. O telefone só funciona aos sábados, domingos e feriados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui