Patrimônio declarado de candidatos a prefeito de Juatuba e Mateus Leme vai de zero a R$ 1,3 milhão

0
1654

Uma das obrigações dos partidos durante o registro de candidatura é a declaração de bens de cada candidato. Esses dados, de prefeitos e vereadores, ficam abertos para consulta da população. Os candidatos as prefeituras de Juatuba e Mateus Leme declararam à Justiça Eleitoral patrimônio que vai de zero a R$ 1,3 milhão. O prazo para envio dessas informações terminou no último sábado, 26, juntamente com o período de apresentação daqueles que concorrerão às eleições 2020. Todas as candidaturas estão agora sob avaliação e podem ser impugnadas ou confirmadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O maior patrimônio é o de Eder Ramos (PSC), que declarou R$ 1.345.000. Ele é vice na chapa de Mestre Israel e seu patrimônio é formado por duas casas, dois lotes, duas contas bancárias, um carro e uma fazenda em Itaguara, que sozinha está avaliada em R$ 800 mil. Logo depois está o candidato a vice-prefeito Dr. Coutinho (PSDB) com patrimônio de R$ 1.298.254,52. O pediatra declarou três imóveis, dois carros, duas chácaras, um lote e um terreno.

O terceiro maior patrimônio é do atual prefeito de Mateus Leme, Júlio Fares, que possui um total de bens avaliados em R$ 1.268.000. A maior parte desse valor é de quotas da empresa de Fares, avaliadas em R$ 720 mil. O ex-prefeito Marlon Aurélio fica com a quarta posição com patrimônio avaliado em R$ 801.896,59. A composição dos seus bens é diversa e envolve terrenos, veículos e imóveis em Minas Gerais e no Rio de Janeiro. De 2012, última declaração constada no site, até 2020, o patrimônio de Marlon cresceu cerca de 69%.

Entre aqueles com menores patrimônios está a chapa de Dr. Renilton e Andinho de Azurita. O médico declarou apenas uma conta bancária com R$ 21.916. Anteriormente, nas eleições de 2012 quando concorreu a prefeito de Padre Carvalho, no norte de Minas, Renilton possuía duas casas, três carros, quotas de duas empresas, um terreno e dinheiro, somando R$ 500.964,99. Nos últimos anos, segundo o que foi declarado por ele à Justiça Eleitoral, perdeu tudo. Já o candidato a vice, Anderson de Souza é dono de uma loja de móveis sobre a qual declarou o valor de R$ 1 (um real). Na eleição de 2016, as ações da mesma empresa foram declaradas por Andinho com valor de R$ 50 mil.

As declarações de bens ficam disponíveis aos eleitores no site http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/. Veja qual é o patrimônio total informado ao TSE dos 16 candidatos a prefeito e vice-prefeito (a) de Juatuba e Mateus Leme:

Juatuba

Adônis Pereira (Patriota): R$ 728.675,39

Maria Célia (Solidariedade): R$ 207.355,00

Mestre Israel (PSC): R$ 29.000,00

Eder Ramos (PSC): R$ 1.345.000,00

Otto Faleiro (PDT): R$ 146.444,33

Isabella Duarte (PSD): nenhum bem declarado

Wellington Pinheiro (PMN): R$ 75.250,00

Nilson Gomes (PSB): nenhum bem declarado

Mateus Leme

Dr. Renilton (Republicanos): R$ 21.916,00

Andinho de Azurita (Republicanos): R$ 1,00

Júlio Fares (PP): R$ 1.268.000,00

Dr. Coutinho (PSDB): 1.298.254,52

Marlon Aurélio (PDT): R$ 801.896,59

Márcio Freitas (PDT): R$ 28.500,00

Ronaldo Moreira (PMN): R$ 450.000,00

Dr. Flávio Amaral (PSL): R$ 102.000,00

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui