Secretário de Esportes vai à Câmara, mas não esclarece vereadores

0
85

O secretário de Esportes, Cultura e Lazer de Juatuba, Leandro Carlos Moreira, terminou com uma novela que já dominava a pauta do Legislativo há tempos: ele, finalmente, atendeu à solicitação dos vereadores e compareceu à reunião dos parlamentares, após ser convocado pela segunda vez. Há duas semanas, os vereadores ameaçaram denunciá-lo ao Ministério Público devido a sua recusa em ir ao plenário da Câmara, para prestar informações sobre a pasta.

Leandro justificou a ausência, após ser convocado pela primeira vez, como um erro de comunicação e alegou que só recebeu o chamado, após a data marcada. Ao prestar contas de sua atuação, disse que diversos projetos estão sendo elaborados e que tem trabalhado para concretizá-los. Porém, foi questionado e criticado pela atuação da secretaria, particularmente na organização da Corrida de São Sebastião, evento que faz parte do calendário oficial da cidade e que, anualmente, acontece em 20 de janeiro, dia dedicado ao padroeiro do município.

Autor do projeto da corrida, o vereador Wellington Pinheiro, mostrou sua insatisfação com as ações desenvolvidas pela pasta e questionou o secretário sobre a falta de planejamento. O parlamentar quis saber ainda sobre o andamento dos projetos de descentralização do esporte na cidade, uma vez que, segundo ele, há previsão orçamentária para que as atividades sejam levadas para fora da zona central. “Senti a falta de zelo, por parte da secretaria, durante a realização da corrida de São Sebastião. Quando o senhor chegou ao município, logo formalizei a necessidade de realizar o evento, mas senti o pouco empenho para que isto acontecesse. A corrida não aconteceu na data exata em decorrência da chuva, mas acredito também que não houve o mesmo empenho da secretaria para que ela fosse realizada, como acontece com a Corrida de Juatuba”.

Leandro justificou, alegando que a secretaria estava em processo de transição e que havia assumido há pouco tempo. “Estava tudo conturbado e, posteriormente, com a falta de recursos, começamos a buscar parcerias privadas para executar o projeto, por isso houve demora e adiamento. Mas a corrida ainda acontecerá neste ano e, com certeza, teremos mais empenho e organização para preparar o evento, que acontecerá após a tradicional Corrida de Juatuba, marcada para o dia 26 de abril”, disse.  

Sobre a descentralização do esporte, pauta também recorrente dos vereadores, que querem que as atividades e projetos esportivos, sejam levados às demais comunidades da cidade, principalmente, para as regiões mais carentes, Leandro afirmou que há um estudo sendo desenvolvido com o objetivo de ampliar a área de atuação para os bairros do município.

Dedicação

O horário de atendimento de Leandro na secretaria foi outro tema que os vereadores abordaram com o gestor de Esportes. Segundo os parlamentares, há denúncias de que ele está sempre ausente da secretaria. O vereador Leonardo Ferreira, lembrou que esteve no local duas vezes para encontrá-lo, porém sem êxito. “Quando não estou na secretaria, estou em busca de melhorias para o esporte de Juatuba e em reuniões com alguns deputados. Conseguimos recursos de R$ 500 mil para Juatuba, através do Deputado Federal Fred Costa, dinheiro destinado para a saúde, que estava com salários atrasados e ele assumiu o compromisso de destinar mais R$ 150 mil para o esporte”, garantiu Leandro que não informou quando o dinheiro virá para Juatuba.

Uso do BEC

A parceria entre a Prefeitura e o Bec Esporte Clube também foi tema da sabatina de Leandro. Os vereadores argumentam que a estrutura do local está precária e não oferece segurança ou conforto para os usuários. “A prefeitura paga R$ 3,8 mil todo mês, para a utilizar o espaço, entretanto, o local está abandonado e sem manutenção,”, salientou Leonardo Ferreira. O gestor afirmou que tem conhecimento das reclamações e que a secretaria está tomando providências, porém não disse quais.

Leandro foi ainda questionado pelo presidente da casa, Jurandir Santos, acerca da reforma da quadra da Vila Maria Regina e pelo vice-presidente, Kelissander Saliba, sobre a necessidade de manutenção da quadra do Icaraí, que teve as lâmpadas trocadas com recursos da comunidade.

Projetos

O vereador Alexandre Avelar discursou sobre a falta de incentivo no futebol feminino no município, lembrando que “as meninas precisam pagar R$ 70 para usar uma quadra” e, praticamente todos os parlamentares pediram mais atenção às escolinhas de futebol e à Liga Esportiva Eclética de Juatuba. “Olhe com carinho para as comunidades mais carentes do nosso município, principalmente Francelinos, uma região sempre esquecida”, disse Jurandir. O secretário solicitou aos parlamentares que os pedidos fossem encaminhados à secretaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui