Segunda etapa da vacina contra febre aftosa até dia 30

0
60

Chega ao fim na próxima segunda-feira, 30, a segunda etapa de vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa em Minas Gerais. A febre aftosa é causada por um vírus, altamente contagioso, transmitido pela saliva, aftas, leite, sêmen, urina e fezes dos animais doentes, e também pela água, ar, objetos e ambientes contaminados. A doença pode prejudicar produtores e o comércio de forma geral.

Apesar da pandemia, a primeira etapa da campanha realizada em Minas entre maio e julho deste ano contou com 97% de bovinos e bubalinos imunizados. Foram mais de 23 milhões de animais vacinados nos rebanhos mineiros. O processo de imunização começa com a aquisição da vacina. O produtor deve apresentar seu CPF na loja revendedora e adquirir as doses necessárias para o montante do rebanho.

É preciso comprovar que os animais foram vacinados. Para um processo mais seguro em razão da covid-19, o produtor pode comprovar a vacinação dos animais usando o formato eletrônico de declaração disponível em www.ima.mg.gov. br. Outra opção, também com mais comodidade, é o acesso ao Portal de Serviços do Produtor, caso os pecuaristas mineiros tenham cadastro na plataforma. Nos municípios em que as unidades estiverem abertas, as declarações podem ser realizadas de forma presencial.

O prazo para envio da declaração de vacinação termina em 10 de dezembro. O produtor que não vacinar os animais estará sujeito à multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 92,79 por cabeça. A declaração de vacinação também é obrigatória e o produtor que não o fizer até 10 de dezembro poderá receber multa de 5 Ufemgs, o equivalente a R$ 18,55 por cabeça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui