Sem fiscalização juatubenses continuam abrindo comércios e desrespeitando o decreto municipal

0
866

Depois da publicação do decreto Nº 2.469 de 20 de marco de 2020, a expectativa era que ainda no último final de semana, todo o comércio de Juatuba estivesse de portas fechadas. No entanto o que se viu foram lojas abertas e uma ação ineficiente do setor de fiscalização da prefeitura.

Segundo a publicação, todo estabelecimento comercial que não se enquadre na comercialização de gêneros de primeira necessidade deveria fechar as portas já a partir da data de publicação do decreto. A ação faz parte das medidas de enfrentamento à pandemia provocada pelo Covid-19, decretadas pelo prefeito Antônio Adônis Pereira. Conforme o divulgado pelo prefeito, com o objetivo de proteger a população e evitar um colapso na Rede Pública de Saúde, está proibida a abertura de galerias e similares, lojas de comércio, restaurantes, bares e lanchonetes; casas noturnas, boates e similares. Ficou autorizado apenas o funcionamento de supermercados, padarias, farmácias e postos de gasolina. De acordo com alguns comentários na página oficial da prefeitura de Juatuba, alguns proprietários de bares, abriram seus estabelecimentos ignorando o decreto do chefe do executivo. “Aqui no Braúnas não tão respeitando tem gente nas ruas e no bar” (SIC), afirma um comentário.

Em outro uma internauta reclama: ”Tem sorveteria aberta em Francelinos, com frequentadores” e um outro diz que o pessoal estava “fazendo festa com aglomeração de pessoas na parte da noite”. Ao entrar em contato com uma das pessoas foi afirmado que a fiscalização está ineficiente. ”Olha a gente reclama, e eles só mandam ligar para o número e denunciar, mas os comércios continuam todos abertos, e não é só aqui, uma amiga me disse que tem comércio aberto em toda cidade, o pessoal não está respeitando e a prefeitura não está fazendo nada”, afirmou uma das internautas ao Jornal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui