Três candidatos confirmados na disputa pela prefeitura de Juatuba

1
1216

As convenções partidárias começaram no dia 31 de agosto, porém, as especulações sobre as formações de chapas para concorrer aos cargos majoritários em Juatuba já começaram. Muitos nomes estão sendo cogitados desde o início do ano; alguns já desistiram da corrida eleitoral, enquanto outros novatos chegam para a disputa. A movimentação tem sido intensa, mas pessoas do meio político dão como certas a candidatura de três nomes a prefeito: Adônis Pereira, atual chefe do executivo, Otto Faleiro, advogado, e Wellington Pinheiro, vereador. Entenda melhor como esse cenário está se organizando:

Adônis Pereira (Patriota) e Maria Célia (Republicanos)

Antônio Adônis Pereira tem 70 anos e este é o seu segundo mandato como prefeito em Juatuba. Ele foi eleito nas eleições suplementares realizadas em junho do ano passado com 49,96% dos votos. Anteriormente, foi chefe do Executivo em 2008, quando teve como vice o Cabo Pedro. Em 2012 e 2016, candidatou-se, mas não conseguiu se eleger, ficando em segundo lugar. Ao JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME, Adônis afirmou que esta deverá ser sua última eleição e que, posteriormente, preparará um novo nome para concorrer na cidade.

Quem é cotada novamente para compor como vice na chapa de Adônis é Maria Célia da Silva. Apesar de muitos considerarem que o relacionamento entre ela e o governo Adônis seja complicado, Célia deve continuar na posição. Ela é enfermeira e já foi vereadora por Juatuba em 2012. É do mesmo partido do vereador Jurandir Santos, atual presidente da Câmara e atualmente da base do prefeito no Legislativo. Além de Jurandir, Adônis também deverá ter o apoio de Elton dos Reis, o Eltinho, vereador também filiado ao Patriota.

Otto Faleiro (PDT) e Isabella Duarte (PSD)

Otto Faleiro Barroso já é conhecido no meio político juatubense por ter exercido dois mandatos como vereador na cidade. Neste ano, ganhou destaque nas redes sociais com vídeos orientando a população sobre questões jurídicas, tendo sido rebatido inclusive pelo prefeito Adônis no caso do vídeo sobre isenção do IPTU. Adônis chamou a atitude de Otto de oportunista e o criticou por incentivar a aglomeração de pessoas na sede do Executivo. O imbróglio terminou com o próprio prefeito confirmando as informações repassadas pelo advogado.

Essa será a terceira disputa de Otto ao cargo de prefeito, já confirmado como candidato na convenção partidária realizada na última terça-feira, 08. Desta vez, sua vice é uma novata na área política. Isabella Duarte tem 30 anos e é comerciante. De família tradicional na cidade, é filha de Jésus Ambrósio, mais conhecido como Mamão, e Maria Célia. É também neta de Jesus e Elza Saraiva, importantes nomes da história de Juatuba. O partido aposta nela como uma representante do comércio local. Na Câmara, Otto e Isabela deverão ter o apoio de Ted Saliba, presidente do PSD Juatuba, Alexandre Avelar (Cidadania) e Alex Martins, filho do ex-vice-prefeito Cidinho (PDT), que deverá ser candidato a vereador no lugar do filho.

Wellington Pinheiro (PMN) e Nilson Gomes (PSB)

Wellington Pinheiro da Silva tem 32 anos e está em seu primeiro mandato como vereador. Seguiu os passos do pai, José Pinheiro, ao entrar para a vida pública e agora tentará concorrer ao cargo de prefeito. Durante o mandato como vereador, se destacou pela atuação na fiscalização, tanto das ações do Executivo como do próprio Legislativo. A chapa deve ser completada pelo presidente do PSB, Nilson Gomes da Silva. Com experiência como assessor parlamentar, ele tentou uma vaga como vereador em 2008 e 2012.

César Motta (PSC) e Mestre Israel (PSC)

Outro nome cotado para disputa à Prefeitura de Juatuba era o de César Motta. Ele já foi candidato a vereador em Betim e nos últimos meses estava ganhando destaque em Juatuba com ações envolvendo a igreja e o meio jurídico. César estava publicando com frequência imagens na presença dos vereadores Mário Teixeira e Jorge Mello, fazendo alusão à construção de alianças, mas foi preso no último dia 27, acusado de crimes diversos e de envolvimento na criação de um falso fórum do qual ele era diretor. Ele era presidente do PSC Juatuba.

Já Mestre Israel é bem conhecido na cidade por sua ligação com as artes marciais e projetos voltados para crianças e jovens. Foi candidato a vereador em 2004, 2008, 2012, 2016, ficando como suplente. Já nos anos de 2006 e 2010, tentou uma vaga como deputado federal e estadual, mas teve a candidatura indeferida. Ele era tido como possível candidato a vice-prefeito de César Motta. Em contato com a executiva do Podemos, foi esclarecido que na convenção que será realizada neste sábado, o partido definirá sobre a aliança com o PSC e a possibilidade de colocar a presidente da agremiação, Kelly Nascimento de Souza Assis, como vice da chapa PSC/Podemos.

Alex Martins e Mário Teixeira

Alex venceu sua primeira eleição em 2016, seguindo os passos do pai Cidinho. Já Mário está em seu segundo mandato como vereador. Ambos afirmam que não irão concorrer neste ano.

Léo da Padaria (PSD)

O vereador Leonardo Cristiano era cotado como um dos prováveis candidatos a prefeito. Ao que tudo indica o parlamentar não tentará mais a cadeira no Executivo, se dedicando à campanha para a reeleição. Seu apoio ainda é incerto, há quem diga que ele circula entre os três grupos que estão sendo formados e ainda não tem posição definida.

1 COMENTÁRIO

  1. Juliano pede asfalto mais bem sucedido no bairro satélite… não uma capa só de asfalto..as que as que está asfaltada está cheia de buraco.precisamos de asfalto de verdade.com pedra e tudo mais … tudo com segurança

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui