Acusações feitas por ex-esposa contradizem vídeo de campanha

0
836

A campanha eleitoral começou. Com ela iniciam-se também as disputas, nem sempre limpas em busca da vitória. Nos últimos anos, uma das principais ferramentas das redes sociais para atingir candidatos são as chamadas fake news, no português, notícias falsas. Mas, antes que um eleitor acredite em uma fake news ou em uma verdade acusada de mentira, temos os fatos.

Um boletim de ocorrência é uma das ferramentas usadas para registro de crime e para assegurar a segurança e os direitos de um cidadão. Foi dessa ferramenta que a dentista Laura Letícia Nobre Veloso se utilizou em três ocasiões contra o ex-marido, o médico Renilton Ribeiro Coelho. Eles foram casados durante nove anos e tiveram uma filha, hoje com 12 anos.

Renilton é atualmente candidato a prefeito de Mateus Leme. Em um vídeo de campanha publicado na segunda-feira, 05, Letícia, como gosta de ser chamada, fala sobre o ex-companheiro, afirma que conhece o caráter dele, que ele sempre foi um homem carinhoso e profissional, e jamais foi agressivo, como, segundo ela, afirmam boatos que correram pela cidade. Entretanto, os três boletins de ocorrência registrados pela dentista revelam uma relação diferente da apresentada no vídeo.

A reportagem teve acesso a eles; o primeiro de abril de 2016 foi protocolado como reclamação por injúria. Na ocasião, o ex-marido teria proferido palavras de baixo calão contra Letícia e por meio de uma mensagem de texto ameaçou agredi-la. Depois disso, ela solicitou medida protetiva contra ele. Em dezembro de 2017, um novo registro, desta vez por ameaça. Ao ir buscar a filha na casa de Letícia, a menina teria se recusado a ir, e ele ameaçou a ex-esposa de morte.

No terceiro e último boletim ao qual o jornal teve acesso, datado de fevereiro de 2019, é cobrada a pensão alimentícia acordada judicialmente em 10 salários mínimos e sobre a qual Renilton teria pago apenas R$ 2 mil. Na descrição da ocorrência, Letícia afirma ainda que não conseguiu matricular a filha a tempo no colégio pelo atraso no pagamento do ex-marido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui