Agência de Jornalismo relaciona candidatos com infração ambiental

0
51

O período de eleições traz à tona diversos dados sobre os candidatos. Nesta semana, a Pública, primeira agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos do Brasil, divulgou um levantamento dos candidatos de todo o país multados pelo Ibama por infrações ambientais. Os dados consideram as notificações feitas entre 2011 e 2020. Em Mateus Leme, apenas um candidato foi citado, Lúcio Gonçalves Madureira (Avante), atual vereador.

De acordo com as informações da agência, 752 candidatos apareceram no levantamento de multas, sendo 152 postulantes ao cargo de prefeito, 71 a vice e 529 a vereador. As infrações têm motivos diversos, entre eles desmatamento, comércio ilegal de madeira, pesca irregular ou por provocarem queimadas em áreas protegidas. Juntas, as multas ultrapassam R$ 175 milhões. O estado que acumula mais candidatos autuados é o Mato Grosso, seguido do Pará. Já o MDB é o partido com mais ocorrências dessa situação. Dos 33 partidos políticos, 27 possuem candidatos com multas ambientais.

No site da Pública é possível pesquisar através do nome da cidade se há candidatos na lista. Juatuba não teve nomes incluídos. No caso de Mateus Leme, apenas Lúcio foi citado. Conforme informações consultadas no site do Ibama, o candidato recebeu a autuação em 02 de abril de 2014. O tipo de infração cometida tem a ver com a fauna, ou seja, a vida animal. Foi aplicada ao vereador uma multa de R$ 15 mil, já notificada e que aguarda pagamento ou recurso.

Nos dados fornecidos, não é possível compreender mais sobre o ocorrido ou o andamento do processo. Por isso, entramos em contato com o vereador Lúcio para que ele pudesse esclarecer o caso. Não obtivemos retorno do mesmo até o fechamento desta edição. Para ler a reportagem completa feita pela agência Pública, acesse www.apublica.org.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui