Circuito Veredas em parceria com a Vale apoia empresas da região

0
177

Quatro empreendimentos de Juatuba foram selecionados para participar da iniciativa

Em momentos de crise como o atual, projetos de incentivo ao desenvolvimento são ainda mais importantes. Em março, o Circuito Turístico Veredas do Paraopeba firmou com a Vale um termo de doação no valor de R$ 500 mil para implantação do Projeto para o Fortalecimento e Competitividade do Setor Privado do Turismo. A iniciativa tem ajudado empresas de quatro segmentos: meios de hospedagem; alimentação; produção associada ao turismo e guia de turismo/receptivo turístico.

O objetivo do projeto é que os empreendimentos tenham ferramentas que contribuam com a diversificação da economia local em municípios impactados pelo rompimento da barragem de rejeitos da Vale, em Brumadinho. Por isso, nesta primeira edição, foram selecionadas empresas de Brumadinho, Igarapé, Juatuba, Mário Campos e São Joaquim de Bicas.

Foi publicado um edital e negócios dessas cinco cidades puderam se inscrever. De Juatuba, quatro estabelecimentos foram selecionados, são eles: Bendito Boi; Hora do Doce; Pontilhão Beer; e Vila Campana Hotel. Para Thiago Henrique, um dos responsáveis pela “Hora do Doce”, o projeto do Circuito Veredas chegou na hora certa. “O projeto ainda está no início, tivemos quatro reuniões e, na semana passada aconteceu a visita de campo, mas está sendo superprodutivo. Chegou em um momento que tivemos um acontecimento na nossa vida pessoal e estávamos com aquela dúvida de prosseguir ou não. Posso dizer que veio na hora exata para mostrar que podíamos continuar”, conta.

Thiago explica que estão sendo passadas informações sobre a estrutura organizacional da empresa, que no dia a dia, muitas vezes, passam despercebidas. Na seleção, o Hora do Doce se destacou por ser uma empresa com um projeto diferenciado de sustentabilidade. Em 2016, Thiago e a esposa Daiane decidiram investir na produção e comercialização de brigadeiros especiais. Com o tempo, outras guloseimas foram acrescentadas ao cardápio, as vendas aumentaram e, consequentemente, a quantidade da principal matéria prima, o leite condensado, para atendimento à demanda.

Incomodados com o descarte de tantas latas, os empreendedores a ideia de reaproveitá-las como embalagens para produtos que oferecem aos clientes. A ideia ganhou aperfeiçoamento quando a dupla observou a necessidade de fazer algo para garantir a reutilização do vasilhame pelos fregueses. As latinhas receberam imagens de quatro pontos turísticos de Juatuba, clicados pela fotógrafa Débora Paixão, sendo transformadas em objetos colecionáveis, que podem ser usados como recipientes com diversas utilidades.

A ideia é sucesso até hoje. Com a pandemia, eles expandiram o formato de entrega e hoje têm clientes em Mateus Leme, Betim e outras cidades da região. E é esse o intuito do projeto do Circuito Veredas, tornar as diversas áreas que compõe o setor de turismo mais competitivas por meio da qualificação e diversificação de serviços. A expectativa é que a primeira edição do projeto seja concluída em abril de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui