SETE PERGUNTAS PARA: Souad Zorkot, especialista em harmonização facial

0
339

Com o passar dos anos, os procedimentos estéticos ficaram mais populares. É difícil encontrar alguém que não deseje preencher um cantinho no rosto ou remover as indesejadas rugas. Nesta semana, a série “Sete Perguntas” traz a odontóloga e especialista em harmonização facial, Souad Zorkot. Nascida no Líbano, ela vive em Mateus Leme e está abrindo uma clínica na cidade. Ao JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME, ela explicou as características da harmonização facial e as principais dúvidas sobre o tema.

1. A harmonização facial virou moda entre os adeptos a procedimentos estéticos. Muitas celebridades têm feito e chamado atenção com os resultados. Afinal, o que é harmonização facial?

A harmonização facial é caracterizada como um conjunto de procedimentos que favorecem o equilíbrio entre as características faciais do indivíduo e de seu sorriso. O conceito de um rosto harmônico é relativo, uma vez que a percepção de beleza ou harmonia varia entre as pessoas e pode ser determinada por uma série de fatores culturais, de gênero e, principalmente, anatômicos.

2. Que tipo de profissional está apto para fazer a harmonização facial? Como funciona o processo de especialização nessa área?

Médicos e dentistas. Biomédicos e farmacêuticos esses com formação em estética. No entanto, é preciso que esses profissionais se capacitem e adequem a estrutura da clínica para oferecer os tratamentos de harmonização facial.

3. Além do botox, já muito conhecido, quais outras substâncias ou procedimentos podem ser feitos durante a harmonização?

Além da toxina botulínica para rugas, arqueamento das sobrancelhas e sorriso gengival, temos o ácido hialurônico que costuma ser usado tanto para o preenchimento labial quanto para a correção de marcas de expressão como, por exemplo, o “bigode chinês” e as olheiras profundas. Entre outros procedimentos da harmonização estão: marcas de expressão; bigode chinês; definição de mandíbula; imperfeições no nariz; redução de olheiras; redução de papada; aumento dos lábios; marionete; tamanho do queixo e testa; bichectomia; rejuvenescimento facial; bioestimuladores; fios de sustentação. Temos também as indicações terapêuticas: para enxaqueca, cefaleia, bruximo, DTM.

4. Quanto custa em média o procedimento?

Os valores variam de acordo com a necessidade de cada paciente e dos procedimentos envolvidos. Assim, é preciso fazer uma avaliação individual de cada caso.

5. Quais as diferenças entre harmonização facial masculina e feminina? O que elas procuram evidenciar?

A harmonização facial para homens e mulheres tem algumas diferenças, sendo as principais:

Mulher: Região malar (zigomático) proeminente, sem exageros (discretamente proeminente dando continuidade ao malar). É o famoso efeito “blush” ou “Top Model Look”, que consiste em uma depressão formada pelas proeminências do malar e da mandíbula.

Homem: Mandíbula bem delimitada com ângulo tendendo ao reto; Região malar e zigomática discreta com cantos retos. Mento (queixo) largo com cantos mais retilíneos. Lembrando que devemos estar atentos na anatomia individual de cada um.

6. Quanto tempo dura a harmonização? Para quem é indicada e contraindicada?

A partir do dia que se faz a aplicação do botox, na maioria dos casos fazendo um retoque após 15 dias, e duram em torno de 3 a 6 meses, levando em consideração o metabolismo de cada paciente. Deve se respeitar o intervalo mínimo de 3 meses entre as aplicações, para que o organismo não crie anticorpos. Já os preenchimentos podem durar de 6 a 12 meses em média. Lembrando que a duração depende do tipo de produto e densidade, e vários fatores individuais de cada paciente. Há contraindicações para gestantes, lactantes e para quem possui infecção ativa na área do tratamento (herpes, acne), cicatrização comprometida, dermatose, sensibilidade ou alergia aos componentes do produto.

7. Quais os cuidados pós-harmonização?

Os cuidados pós-harmonização dependem do procedimento feito. Em geral, deve-se evitar exposição ao sol, evitar exercícios físicos, evitar manipular a área tratada e evitar abaixar a cabeça por 3 a 4 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui